Candidatos a prefeito e vereador no Paraná arrecadam R$ 83 milhões após primeiro mês de campanha


Prazo para entregar a primeira declaração parcial de arrecadações e despesas terminou no domingo (25). Dos 36.981 candidatos, 17.040 declaram arrecadação de recursos. Após um mês de campanha, os candidatos a prefeito e vereador no Paraná declararam à Justiça Eleitoral terem recebido mais de R$ 83 milhões. Do total, R$ 41,27 milhões são de origem pública, dos fundos Eleitoral e Partidário, e R$ 42,15 milhões têm origem privada – de recursos próprios, doações e arrecadações.
Dos 36.981 candidatos, 17.040 afirmaram à Justiça Eleitoral que receberam recursos. As campanhas para prefeito arrecadaram até agora a maior fatia dos recursos. Foram R$ 52,95 milhões, contra R$ 30,46 milhões dos candidatos a vereador.
Candidatos à Prefeitura de Curitiba podem gastar até R$ 10,9 milhões em campanha eleitoral no 1º turno
Idosos com voto facultativo representam 8% do eleitorado no Paraná, e medo da Covid-19 pode tirá-los da votação
Os dados foram levantados pelo G1 a partir das declarações de receitas feitas pelos candidatos à Justiça Eleitoral.
Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), a soma pode contabilizar mais de uma vez recursos que sejam repassados entre candidatos. É comum que haja o repasse de verbas dos partidos entre candidatos das legendas, e a prestação parcial de contas não permite fazer a diferenciação desses recursos que são repassados mais de uma vez.
Os candidatos declaram ter recebido R$ 3,05 milhões de outros concorrentes até agora.
Ainda segundo o TRE, 35.698 candidatos e órgãos partidários, dos 42 mil, entregaram as declarações parciais até o fim do prazo. Quem não entregou vai precisar justificar o atraso, mas pode fazer a declaração até o dia da eleição.
A prestação final de contas deve ser entregue até dia 15 de dezembro. Ainda assim, todo registro receita e despesa deve ser informado pelos candidatos até 72 horas depois do recebimento ou contratação
Veja a lista dos 10 candidatos que mais arrecadaram recursos até agora:
CANDIDATOS QUE MAIS ARRECADARAM ATÉ 26/10
Prefeitura de Curitiba
Curitiba tem 16 candidatos a prefeito na eleição deste ano
Arte/ RPC Curitiba e G1
A corrida pela Prefeitura de Curitiba é a que mobilizou mais recursos até o momento. São R$ 13,26 milhões declarados pelos 16 concorrentes.
A candidata que mais recebeu dinheiro até agora foi Christiane Yared (PL), com R$ 3 milhões. Todo o dinheiro da campanha dela foi direcionado pela Direção Nacional do partido, por meio do Fundo Eleitoral.
Outros cinco candidatos à prefeitura da capital declararam ter recebido mais de R$ 1 milhão. A campanha de Fernando Francischini (PL) declarou ter recebido R$ 1,5 milhão da Direção Nacional, e mais R$ 1 milhão da Direção Municipal do partido.
O candidato à reeleição, Rafael Greca (DEM), declarou ter recebido R$ 2 milhões da Direção Nacional do partido. E mais R$ 146 mil de doações de pessoas físicas.
A Direção Estadual do Podemos transferiu os R$ 1,6 milhão da campanha de Carol Arns. A campanha de Goura declarou R$ 1,2 milhão da Direção Nacional do PDT, e mais R$ 8 mil da Direção Estadual do partido, além de R$ 45,5 mil de doações de pessoas físicas e campanhas de financiamento coletivo.
João Arruda declarou ter recebido R$ 1,15 milhão da Direção Nacional do MDB, e mais R$ 63,2 mil da Direção Estadual do partido.
Raça e Gênero
No começo do mês, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a reserva proporcional de verba e tempo de propaganda entre candidatos brancos e negros deve valer já para essa eleição.
Assim, os partidos devem dividir os recursos primeiro na proporção entre homens e mulheres – devendo, no mínimo, 30% ser destinado à mulheres -, e depois dividir proporcionalmente esses montantes pelo número de candidaturas de pessoas negras e pardas.
Paraná tem 70 candidatos que receberam Auxílio Emergencial e declararam ao menos R$ 1 milhão em bens
Nas eleições de 2020 no Paraná, 66,4% das candidaturas são masculinas, e 33,6%, femininas.
Até agora, a distribuição das verbas dos fundos Eleitoral e Partidário foi de 72,25% para homens, e 27,75% para mulheres. Um total de R$ 41,27 milhões distribuídos em: R$ 29,81 milhões para homens, e R$ 29,81 milhões para mulheres.
Já na distribuição entre raças, candidatos e candidatas brancos receberam 86,95% do total de recursos dos fundos Eleitoral e Partidário.
Os concorrentes pardos e pretos somam 11,53%, enquanto as candidaturas de pessoas amarelas somam 1,39% e as indígenas 0,04% do total de recursos dos partidos.
O partido que mais distribuiu recursos foi o PL, com R$ R$ 5,91 milhões. Seguido de PODE (R$ 5,39 milhões), PSL (5,13 milhões), PP (3,44 milhões), e PDT (3,17 milhões).
Recursos próprios
O candidato à Prefeitura de Curitiba pelo Novo, João Guilherme, foi quem mais doou recursos para a própria campanha – R$ 445 mil.
Na sequência aparecem: o candidato a prefeito de São José dos Pinhais pelo PP, Ivan Rodrigues, que investiu R$ 200 mil; o candidato a prefeito de Foz do Iguaçu Paulo Mac Donald (PODE), que colocou R$ 155 mil na campanha; o prefeito de Cascavel Leonaldo Paranhos (PSC), que aplicou R$ 150 mil.
VÍDEOS: GloboNews debate a corrida das eleições de 2020
Veja mais notícias do estado em G1 Paraná.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.