Candidatos à Prefeitura de Curitiba dizem o que pretendem fazer no enfrentamento da pandemia na área da saúde


Candidatos falam, em vídeo, quais as propostas para enfrentar as consequências da pandemia na área da saúde a partir de 2021. Candidatos apresentam suas propostas para a área da saúde
Arquivo/RPC
O G1 publica até sábado (31) uma série de reportagens sobre as propostas dos candidatos à Prefeitura de Curitiba nas eleições 2020. Nesta sexta-feira (30), os candidatos foram questionados sobre saúde pública: “Quais são as propostas e as medidas para o enfrentamento da pandemia e suas consequências na área da saúde, a partir de janeiro?”.
Confira o programa de governo dos candidatos
Veja as principais propostas dos candidatos para saúde
Os candidatos tinham até 30 segundos para a resposta, que deveria ser gravada pelo próprio candidato e enviada ao G1. Veja abaixo as propostas dos candidatos. Os nomes estão em ordem alfabética, segundo a inscrição para a urna:
Na reportagem de sábado (31) os 16 postulantes ao Executivo da capital paranaense falam sobre educação infantil.
Candidatos à Prefeitura de Curitiba dizem o que pretendem fazer para melhorar o transporte público
Camila Lanes (PC do B)
Camila Lanes disse que, como a pandemia não se encerra no dia 31 de dezembro, vai dar continuidade na valorização e no empenho de que as equipes de saúde e hospitais tenham condições de atender a população. A candidata disse que testagem em massa será prioridade na gestão dela.
Veja a proposta de Camila Lanes para a saúde
Carol Arns (Podemos)
Carol Arns falou que a pandemia aumentará a demanda da população pela área da saúde. Ela afirmou que manterá todas as Unidades de Saúde abertas e que vai realizar convênios para dar conta da qualidade de vida da população.
Veja a proposta de Carol Arns para a saúde
Christiane Yared (PL)
Christiane Yared afirmou que 2021 será um ano de grande austeridade e que pretende colocar três centros de atendimento 24 horas nos bairros mais populosos para cuidar da saúde da população.
Veja a proposta de Christiane Yared para a saúde
Diogo Furtado (PCO)
Diogo Furtado disse que, em meio à pandemia, nada foi feito pela saúde. Além disso, segundo o candidato do PCO, o Sistema Único de Saúde (SUS) foi sucateado. Ele vê necessária a estatização de toda a saúde para que todos sejam tratados.
Veja a proposta de Diogo Furtado para a saúde
Dr. João Guilherme do Novo (Novo)
O candidato propõe usar a telemedicina para diminuir o tempo de espera dos pacientes na rede municipal de saúde. João Guilherme diz que vai aumentar parcerias com clínicas e hospitais para a realização de cirurgias eletivas.
Veja a proposta de Dr. João Guilherme para a saúde
Eloy Casagrande (Rede)
Eloy Casagrande disse que para enfrentar a pandemia em 2021 vai fazer testes em massa, rastreamento, isolamento social e fiscalização em aglomerações. Também afirmou que, se a vacina estiver disponível, vai priorizar crianças, idosos, professores e trabalhadores de áreas essenciais.
Veja a proposta de Eloy Casagrande para a saúde
Fernando Francischini (PSL)
Fernando Francischini disse que vai reabrir os postos de saúde fechados pela atual gestão e que vai lançar o programa “Saúde 24 horas” para ampliar consultas e exames em horários alternativos. Também afirmou que vai implementar um centro de telemedicina.
Veja a proposta de Fernando Francischini para a saúde
Goura (PDT)
Goura afirmou que fortalecerá o Sistema Único de Saúde (SUS), em Curitiba. O candidato disse que pretende reabrir Unidades de Saúde que foram fechadas pela atual gestão e que vai valorizar os servidores que estão na linha de frente no combate à pandemia.
Veja a proposta de Goura para a saúde
João Arruda (MDB)
O candidato afirma que fará uma gestão sem terceirizações dos postos de trabalho na área da saúde. Arruda afirma que pretende valorizar o servidor formulando um plano de carreira para a categoria.
Veja a proposta de João Arruda para a saúde
Letícia Lanz (PSOL)
A candidata promete medidas para fortalecer os aparelhos municipais integrados ao SUS e afirma que não vai realizar nenhuma forma de privatização na rede de saúde.
Veja a proposta de Letícia Lanz para a saúde
Marisa Lobo (Avante)
A candidata diz que vai instalar um comitê permanente de combate ao coronavírus. Entre as promessas estão a adoção de protocolos de tratamento com ivermectina e hidroxicloroquina. Marisa diz que não vai obrigar que os moradores da cidade tomem a vacina contra Covid-19.
Veja a proposta de Marisa Lobo para a saúde
Paulo Opuszka (PT)
Paulo Opuszka disse que o segredo da saúde é o conhecimento técnico do Sistema Único de Saúde (SUS). O candidato também defende o médico da família e participação da comunidade.
Veja a proposta de Paulo Opuszka para a saúde
Rafael Greca (DEM)
O candidato afirma que vai fazer mutirões para atender demandas represadas pela pandemia do novo coronavírus. Entre as propostas, está realizar teleconsultas com especialistas para instruir os médicos nas Unidades Básicas de Saúde.
Veja a proposta de Rafael Greca para a saúde
Professor Mocellin (PV)
Para o Professor Mocellin, a Saúde é um grande desafio. Disse que se deve aprender com a experiência de outros países e ouvir os profissionais da área. O retorno às aulas, com segurança, será o principal desafio a ser vencido.
Veja a proposta de Professor Mocellin para a saúde
Professora Samara (PSTU)
A Professora Samara defende uma quarentena de 30 dias, com rastreamento, testagem em massa e com garantia de emprego e de renda para as pessoas possam sobreviver à pandemia.
Veja a proposta da Professora Samara para a saúde
Zé Boni (PTC)
Zé Boni afirmou que a saúde de Curitiba está precária e que quer colocar pessoas técnicas para cuidar da área. Também disse que pretende, com uma parceira com o governo federal, implementar clínicas móveis. Falou que quer construir uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) central para desafogar a do Boa Vista.
Veja a proposta de Zé Boni para a saúde
Veja mais vídeos sobre as eleições de 2020
Veja mais notícias da região em G1 Paraná.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.