Candidatos à prefeitura de Santarém dizem o que pretendem para melhorar transporte público


Propostas vão desde a licitação do transporte urbano até a criação de novas linhas e implantação do Plano Municipal de Mobilidade. Passageiros em ponto de transporte coletivo na Av. Rui Barbosa, em Santarém, oeste do Pará
Adonias Silva/G1/Arquivo
O G1 inicia, nesta quinta-feira (15), uma série de reportagens sobre as propostas dos candidatos a prefeito de Santarém nas eleições 2020. A primeira pergunta enviada aos 8 concorrentes foi “O serviço de transporte público continua precário na cidade. Candidato, qual a sua proposta para mudar essa situação?”.
Os candidatos tinham até 30 segundos para a resposta, que deveria ser gravada pelo próprio candidato e enviada ao G1. Veja abaixo as propostas de cada um. Os nomes estão em ordem alfabética, segundo a inscrição para a urna:
Coronel Tomaso (Patriota – 51)
Coronel Tomaso (Patriota): proposta para o transporte e mobilidade urbana
O candidato promete fazer licitações para a concessão do serviço de transporte público, para atender a população de acordo com a demanda dos bairros.
Jesson Santos (PRTB – 28)
Jesson Santos (PRTB): proposta para o transporte e mobilidade urbana
Para o candidato, a solução para melhorar o transporte público é realizar licitações por zoneamento e investir na infraestrutura das ruas, para que as empresas de transporte possam oferecer uma tarifa mais justa aos usuários.
João Pingarilho (PSC – 20)
João Pingarilho (PSC): proposta para o transporte e mobilidade urbana
A proposta do candidato é antes de tomar qualquer decisão, ouvir os usuários do transporte público para que a gestão possa entender os principais problemas, e depois reunir com as empresas do setor para juntos buscar as melhores soluções. Também propõe a realização de licitação.
Maria (PT – 13)
Maria do Carmo (PT): proposta para o transporte e mobilidade urbana
A candidata promete garantir transporte acessível e de qualidade, construir abrigos seguros e adequados para os passageiros e resgatar a domingueira, que ela considera que era uma forma de lazer das famílias santarenas. Promete ainda, fiscalizar com rigor os horários dos transportes públicos.
Nélio (DEM – 25)
Nélio Aguiar (DEM): proposta para o transporte e mobilidade urbana
A proposta do candidato à reeleição é realizar licitação para concessão do serviço do transporte público, que não deu certo no seu primeiro mandato. Promete investir em sistemas para a Secretaria de Mobilidade e Trânsito e os próprios usuários possam fiscalizar o cumprimento dos horários e itinerários.
Ney Santana (PSDB – 45)
Ney Santana (PSDB): proposta para o transporte e mobilidade urbana
O candidato propõe colocar em prática o Plano Municipal de Mobilidade Urbana; licitar com seriedade, transparência e dentro da legalidade o serviço de transporte, criando novas linhas para atender a população das zonas urbana e rural. E garantir o direito do usuários de ir e vir em segurança.
Paulo Barrudada (PSL – 17)
Nos vídeos enviados ao G1, o candidato não respondeu a pergunta sobre transporte público.
Valdir Matias Jr (PV – 43)
Valdir Matias Jr. (PV): proposta para o transporte e mobilidade urbana
Para o candidato, primeiro é preciso concluir o Plano Municipal de Mobilidade e Trânsito integrando todos os modais. Propõe fazer licitação do transporte coletivo urbano segmentando em pelo menos cinco áreas para que não fique nas mãos de uma única empresa. E também promete fazer ao menos dois terminais de integração.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”