Candidatura de Ciro Roza é impugnada pela Justiça Eleitoral

O registro de candidatura do ex-prefeito de Brusque, Ciro Roza (Podemos), foi impugnado pela Justiça Eleitoral nesta quarta-feira (21). A decisão da juíza Clarice Ana Lanzarini acatou pedidos do MPE (Ministério Público Eleitoral) e da coligação Brusque Merece Mais.

Ciro Roza (Podemos) – Foto: Reprodução/Facebook

Conforme a sentença, o MPE considera que Ciro Roza está inelegível, já que o ex-prefeito teve contas rejeitadas no TCU (Tribunal de Contas da União) e no TCE (Tribunal de Contas do Estado) e também foi condenado por improbidade administrativa na 1ª Vara Federal de Brusque, em 2011.

O ministério também citou em seu pedido de impugnação uma lista divulgada pelo TCE com os nomes dos agentes públicos que, nos oito anos anteriores à realização deste pleito eleitoral, tiveram as contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas julgadas irregulares ou rejeitas pelo Legislativo. Na relação consta o nome de Ciro Roza.

Já a coligação Brusque Merece Mais argumentou que Roza foi condenado a inabilitação para exercício de cargo ou função pública por cinco anos em ação criminal. “Como o trânsito em julgado operou-se em 17 de maio de 2018, encontrar-se-ia o impugnado inelegível para o cargo pretendido no presente pleito eleitoral”, consta na decisão desta quarta-feira (21). Assim como o MPE, a coligação também citou as contas rejeitadas pelo TCU e TCE.

Em sua decisão a juíza analisou as duas ações de impugnação. “Em consequência, indefiro o requerimento de registro de candidatura de Ciro Marcial Roza para concorrer ao cargo de prefeito municipal de Brusque, declarando-o inapto, nos termos do dispositivo supra”, afirmou Clarice Ana Lanzarini.

Ciro Roza poderá ser substituído por outro candidato no prazo de 10 dias. A decisão da Justiça Eleitoral é passível de recurso e, mesmo com o registro indeferido, o ex-prefeito pode continuar fazendo campanha para as eleições deste ano.

Em pronunciamento oficial, Ciro Roza declarou que “jamais seria candidato se não pudesse”. Confira o vídeo na íntegra:

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.