Casos ativos da Covid-19 sobem 40% em Florianópolis em 7 dias

Florianópolis registrou um aumento de 40% no número de casos ativos da Covid-19 no intervalo de uma semana. A Capital, que tinha 659 pacientes infectados na última quarta-feira (7) viu o número crescer, totalizando 929 doentes nesta quarta (14).

Os dados são da Sala de Situação da GVE (Gerência de Vigilância Epidemiólogica) e foram atualizados nesta manhã.

Casos ativos da Covid-19 aumentam 40% em Florianópolis em 7 dias – Foto: Reprodução/SSP

Ao todo, são 141 vítimas e 14.873 infectados pela Covid-19 desde o início da pandemia. Na primeira semana de outubro foi possível verificar um aumento na taxa de expansão do número de novos casos da doença.

O último boletim do NECAT (Núcleo de Estudos de Economia Catarinense), vinculado à UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), mostra que a taxa de crescimento de casos ficou em 7% em Florianópolis na primeira semana de outubro. No mesmo período, nos principais municípios catarinenses, essa mesma taxa não foi superior a 4%.

A pesquisa do NECAT, coordenada pelo professor Lauro Mattei, usa a classificação do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para analisar a evolução do coronavírus por Santa Catarina.

A mesorregião da Grande Florianópolis apresentou a maior elevação da taxa de crescimento de novos casos. Composta por três microrregiões, a área registrou 7% de aumento, onde Florianópolis responde por 43% dos registros oficiais da mesma.

Prefeitura alerta para novos surtos

A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Secretaria de Saúde, afirmou observar um aumento de surtos em locais de trabalho e aglomerações familiares com pessoas que não moram na mesma residência.

Segundo a administração, apesar de o número de casos ser menor que no mês de julho e início de agosto, o vírus ainda está circulando em grande quantidade. A prefeitura disse ainda que o aumento de casos acontece também nos principais municípios da região.

Prefeitura de Florianópolis alerta para surtos em locais de trabalho e em encontros familiares – Foto: Arquivo/Flávio Tin/ND

“A administração municipal acompanhará a evolução de casos, internações e outros dados epidemiológicos e se preciso tomará ações para maiores endurecimentos das medidas, acompanhando a recomendação estadual”, disse por meio de nota.

A orientação é para que a população tenha cautela e continue seguindo as medidas de distanciamento social e os protocolos de segurança instituídos para reabertura de estabelecimentos, por exemplo.

A prefeitura recomenda ainda que a população continue fazendo o uso de máscaras e evite lugares com pouca ventilação, com número grande de pessoas, ou em locais fechados onde pessoas falam em voz alta.

Ratones tem aumento de 200%

A distribuição dos casos por bairro de Florianópolis segue com alta concentrada no Centro e Continente. Apenas a Armação, no Sul da Ilha, não tem casos ativos segundo dados da Sala de Situação consultados às 15h desta quarta.

O Centro é o bairro com maior número, com 55 casos ativos. Já foram registrados 16 óbitos entre os moradores da localidade.

No Norte da Ilha chama atenção o crescimento de casos no bairro Ratones, onde foi registrado um aumento de 200% nas últimas 24 horas. Na terça-feira (13), eram sete casos que passaram a 21 no dia seguinte.

Confira os casos por bairros

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”