Cerca de 14% dos 600 mil testes de Covid-19 feitos em farmárcias tiveram resultado positivo no país

Os dados correspondem ao período de 6 de maio a 23 de agosto. O volume de pessoas que se submeteram ao procedimento supera o número de habitantes de capitais como Aracaju-SE (570 mil), Porto Velho-RO (529 mil), Macapá-AP (503 mil), Florianópolis-SC (500 mil) e Vitória-ES (362 mil).

Somente no período de 17 a 23 de agosto, 48.579 pessoas realizaram os testes. Dessas, 7.084 testaram positivo e 41.495, negativo. Ao todo, 1.848 farmácias estão ofertando o serviço, das quais 957 estão em São Paulo e 251 em Minas Gerais. Na sequência, aparecem Rio Grande do Sul (com 115 estabelecimentos), Rio de Janeiro (99) e Paraná (73). Os cinco estados concentram 80,89% do total de locais que praticam o serviço.

Dados por regiões

Em São Paulo 262.333 pessoas foram testadas no período. O Amapá tem apenas uma farmácia disponibilizando o serviço e registrou o maior número de casos positivos – 30,37% dos 1.304 testes indicaram a contaminação pelo vírus. Na segunda posição está o Acre, com 29,37% de casos positivos de um total de 412 testes. Em seguida vem a Paraíba, que registra 28,04% de um total de 3.731 testes.

Tocantins segue registrando o menor índice de pessoas que tiveram contato com o vírus. O número de testes realizados em seis estabelecimentos aumentou 12,4%, passando de 5.468 para 6.242 – dos quais 90% apresentaram resultados negativos.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”