Chapecoense empata sem gols com o América pela Série B

Time catarinense fica de olho em jogos do fim de semana para permanecer no G4

Arena Condá teve duelo equilibrado entre dois times que brigam na ponta de cima
(Foto: Renato Padilha/Mafalda Press/Folhapress)

A Chapecoense empatou sem gols com o América-MG nesta sexta-feira (25), na Arena Condá, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado pode tirar o time catarinense do G4, o grupo dos quatro primeiros que sobem para a primeira divisão, conforme os resultados do restante do fim de semana.

No entanto, a Chape tem apenas nove jogos disputados, enquanto a maioria dos adversários já entrou em campo 10 ou 11 vezes. O Verdão soma 18 pontos (cinco vitórias, três empates e apenas uma derrota), mesma pontuação do América, só que em 11 partidas.

Terceira colocada, a equipe do Oeste pode ser ultrapassada neste sábado pelo Juventude (16 pontos, enfrenta o CSA em Maceió) e no domingo pela Ponte Preta (18, recebe o Confiança em Campinas). Na próxima terça-feira, a Chape encara o Paraná, às 21h30, em Curitiba.

O jogo foi equilibrado, com chances de gol para os dois lados. Falou pontaria aos atacantes, sobrou competência aos goleiros Joao Ricardo e Mateus Cavichioli.

Se não venceu, ao menos a Chape completou 10 jogos sem sofrer gols na Arena Condá, cinco pelo Catarinense e cinco pela Série B. É verde a defesa menos vazada da competição, com apenas três gols sofridos. Se um time competitivo se faz de trás para frente, a equipe catarinense está no caminho certo.

Chapecoense 0

João Ricardo; Ezequiel, Joílson, Luiz Otávio e Alan Ruschel; Willian Oliveira, Anderson Leite e Denner (Evandro); Paulinho Moccelin (Thiago Ribeiro), Anselmo Ramon (Perotti) e Aylon (Bruno Silva). Técnico: Umberto Louzer

América 0

Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias, Eduardo Bauermann e Sávio;
Zé Ricardo, Juninho e Alê; Léo Passos (Neto Berola), Rodolfo (Guilherme) e Felipe Azevedo (Ademir). Técnico: Lisca

Árbitragem: Zandick Gondim Alves Júnior, auxiliado por Evandro Bender e Flávio Gomes Barroca.

Cartões amarelos: Willian Oliveira, Anderson Leite, Denner, Paulinho Moccelin (C); Diego Ferreira, Diego Ferreira e Alê (A).

Local: Arena Condá, em Chapecó

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”