Cid Gomes é alvo da Polícia Federal por suposto repasse de R$ 25 milhões da JBS

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (16) uma operação que mira repasses ilegais da empresa frigorífica JBS a políticos. Um dos alvos é o atual senador e ex-governador do Ceará Cid Gomes (PDT), cujo grupo teria recebido R$ 25 milhões em propina.

Segundo a revista Veja, a investigação foi aberta após delação premiada do empresário Joesley Batista, que revelou o pagamento de propina milionária ao grupo de Cid Gomes em troca da liberação de créditos de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da JBS no Estado.

Conforme a delação, os R$ 25 milhões foram repassados através da prestação de serviços publicitários e do uso de notas fiscais frias.

A Operação Marquetagem, que ocorre no âmibito da Operação Lava-Jato, cumpriu 17 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Eleitoral de Fortaleza. Os alvos estão na capital cearense, em São Paulo e em Salvador.

Os envolvidos ainda não se manifestaram sobre a ação.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”