Com mais 2 mortes e 181 casos de Covid-19, Franca ultrapassa marca de 6 mil infectados


Total de óbitos por conta do novo coronavírus subiu para 134 na cidade. Taxa de ocupação de leitos de UTI para adultos é de 80%. Santa Casa de Franca, SP
Jefferson Severiano Neves/EPTV
Com mais duas mortes por Covid-19 confirmadas pela Secretaria Municipal de Saúde, Franca totaliza 134 óbitos em decorrência de complicações do novo coronavírus. O boletim epidemiológico divulgado na noite de terça-feira (29) também apontou 181 novos casos positivos, a maior parcial em 12 dias, elevando o total de infecções para 6.077.
As novas vítimas da pandemia no município são um homem de 72 anos sem comorbidades e uma mulher de 86 anos com outras doenças associadas.
Do total de pacientes positivos, 1.827 se recuperaram. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, os casos suspeitos somam 819 e o número de pessoas que testaram negativo para a Covid-19 é de 8.028.
As faixas etárias com mais confirmações da Covid-19 são de pessoas entre 30 e 39 anos – com 1.375 registros – e entre 20 e 29 anos – com 1.178. Homens e mulheres dividem a mesma proporção de casos da doença.
As comorbidades mais comuns associadas ao novo coronavírus em Franca são diabetes, hipertensão e cardiopatia.
Reprodução em 3D do modelo do novo coronavírus (Sars-CoV-2) criada pela Visual Science. Dentro do verde mais claro, as bolinhas vermelhas representam o ‘centro’ do vírus, o genoma de RNA; as bolinhas verdes são proteínas ‘especiais’, que protegem esse material genético. Ao redor do verde, o vermelho mais fraco é a ‘casca’, feita de uma membrana retirada da célula hospedeira. O vermelho mais vivo são as proteínas ‘matrizes’ codificadas pelo vírus. As ‘pontas’ que saem do vírus são as ‘lanças de proteínas’, que o vírus usa para se conectar às células hospedeiras e infectá-las.
Reprodução/Visual Science
Hospitais
Franca (SP) registrou na terça-feira uma taxa de ocupação de UTIs de 80%, com 44 pacientes internados nos 55 leitos disponíveis.
Na Santa Casa, hospital referência no atendimento da pandemia pelo SUS, 33 dos 37 leitos estão com pacientes. Há outros cinco disponíveis para o público infantil e todos estão desocupados desde 5 de setembro.
Na rede particular do município, 11 dos 18 leitos estavam ocupados.
Na enfermaria, 33 entre 63 vagas estavam ocupadas, o que resulta em uma taxa de 52%.
Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.