Com pandemia, Maranhão já arrecadou R$ 3,3 bilhões de impostos a menos que em 2019


De janeiro a setembro desse ano, estado arrecadou R$ 14,8 bilhões em impostos; ano passado foram R$ 18,1 bilhões. Poucas pessoas ainda circulavam na Rua Grande, principal centro de comércio de São Luís, durante o lockdown
Adriano Soares/Grupo Mirante
Do primeiro dia do ano até o último dia de setembro, esta quarta-feira (30), o Maranhão já arrecadou mais de R$ 14,8 bilhões em impostos. De acordo com o “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), os maranhenses pagaram quase R$ 3,3 bilhões a menos do que durante o mesmo período de 2019, quando arrecadou cerca de R$ 18,1 bilhões. A crise causada pela pandemia do novo coronavírus é apontada como a principal causa.
Entre as cidades do Maranhão, o Impostômetro aponta que a capital São Luís arrecadou, sozinha, até o fim de abril, quase R$ 823 milhões, bem mais que o mesmo período de 2019, quando não existia pandemia, e a capital havia arrecadado R$ 609 milhões.
Em março de 2020, quando os primeiros casos de Covid-19 começaram a ser divulgados no Maranhão, o estado arrecadou R$ 1,5 bilhão em impostos. Em março de 2019 esse número era um pouco maior, R$ 1,7 bilhão. Em abril de 2020, o Maranhão fechou com R$ 1,7 bilhão. No ano passado, o mês fechou com R$ 2,1 bilhões.
Em maio de 2020, quando o estado já conta com 35 mil casos da doença, o estado acumulou um total de R$ 1,5 bilhão em impostos. O mesmo mês do ano passado, o Maranhão arrecadou R$ 1,8 milhão.
Em agosto de 2020, o estado arrecadou R$ 1,5 bilhão em 2020, contra R$ 1,9 bilhão em 2019. O mesmo índice se repetiu na comparação entre os meses de setembro de 2020 e do ano anterior.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”