Comerciante é baleado ao reagir a assalto em Conceição das Alagoas; quatro suspeitos foram detidos

Caso ocorreu na tarde desta sexta-feira (16), em uma papelaria no Centro da cidade. Homem foi encaminhado ao Hospital de Clínicas da UFTM, em Uberaba. Um comerciante, de 47 anos, foi baleado ao reagir a um assalto no Centro de Conceição das Alagoas, na tarde desta sexta-feira (16). Ele foi encaminhado em estado grave ao hospital. Três jovens e um adolescente, suspeitos de envolvimento crime, foram detidos.
Segundo o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds) da Polícia Militar (PM), a funcionária da papelaria e pague contas contou que o ladrão chegou ao local, anunciou o roubo e mandou que o dinheiro do caixa fosse entregue.
A funcionária afirmou que o proprietário do estabelecimento, ao perceber a ação criminosa, resistiu e entrou em luta corporal com o assaltante, o empurrando contra um balcão de vidro, que quebrou. Em seguida, o autor atirou contra o comerciante, que foi atingido na barriga.
A vítima foi socorrida e levada ao Hospital João Henrique, mas devido à gravidade do ferimento, foi encaminhada ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), em Uberaba.
O G1 entrou em contato com a assessoria de comunicação do HC-UFTM para saber o estado de saúde do paciente, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.
Pelas imagens registradas por câmeras de segurança de um comércio próximo, a PM viu que o ladrão havia fugido em um carro branco. Com a numeração final das placas, os policiais fizeram rastreamento e encontraram o veículo.
Dentro do carro, havia apenas a motorista, que foi abordada. A mulher, de 37 anos, contou que havia emprestado o carro ao filho dela, de 17 anos, e informou onde ele estaria.
Durante a abordagem, os militares descobriram que o veículo estava com a documentação regular, mas que a mulher não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou Permissão Para Dirigir (PPD). Por causa disso, foi registrado um Auto de Infração de Trânsito (AIT) e o carro foi removido ao pátio credenciado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran).
Em seguida, a PM foi até o endereço indicado pela mulher e encontraram filho dela junto com um rapaz de 18 anos. Ao serem questionados sobre o roubo, ambos confessaram que somente haviam levado um jovem de 21 anos para cometer o crime e que logo depois ele foi deixado em uma região conhecida como “Olaria do Vado”.
A PM foi até o local e encontrou o suspeito do roubo correndo em meio à mata. Quando alcançado, o rapaz resistiu a abordagem, segundo a polícia, mas depois foi contido e algemado. Segundo o REDS, o jovem confessou o crime, assumindo ter roubado e atirado contra o comerciante.
Ele contou que o adolescente ficou responsável por dirigir o carro durante a fuga e que, após o roubo, ele entregou o dinheiro e a arma para o adolescente e foi deixado na região da Olaria do Vado.
Sobre a localização da quantia roubada e sobre a arma usada no crime, o trio revelou à PM que havia deixado o material na casa de um jovem de 23 anos.
Assim que os militares chegaram ao local onde estaria o quarto suspeito, ele foi visto tentando fugir, mas foi contido.
Os policiais realizaram buscas na casa dele e encontraram, em guarda-roupas, dois tabletes grandes de maconha, um revólver calibre .32 com cinco unidades de munição intacta e uma deflagrada. Também foram encontrados R$ 215 em dinheiro.
Ainda de acordo com o Reds, devido aos fatos, foi dada voz de prisão aos três jovens e voz de apreensão ao adolescente pelos crimes de roubo, lesão corporal grave, posse de arma de fogo, tráfico de drogas, corrupção de menores e formação de quadrilha. A mãe do adolescente acompanhou a ocorrência.
Os suspeitos e os objetos foram encaminhados à Delegacia de Plantão da Polícia Civil em Uberaba.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”