Comissão de impeachment e a eleição de 2022

O desenho da comissão mostra que os partidos estão marcando território, sobretudo se preparando para o pior: uma possível nova eleição, indireta ou não. Entre o certo e o duvidoso, os deputados mais uma vez dão indicativo de que a política não é para amadores e que coincidências nunca são só coincidências.

Instalada na manhã de quinta-feira (27) na Alesc, a comissão que vai definir se há ou não motivos para o impeachment do governador Carlos Moisés (PSL) terá o deputado João Amin (PP) como presidente e Luiz Fernando Vampiro (MDB) como relator. Maurício Eskudlark (PL) é o vice-presidente e Jessé Lopes ficou com vice-relator.

O desenho da comissão mostra que os partidos estão marcando território, sobretudo se preparando para o pior: uma possível nova eleição, indireta ou não. Entre o certo e o duvidoso, os deputados mais uma vez dão indicativo de que a política não é para amadores e que coincidências nunca são só coincidências.

Além dos já citados, também integram a comissão Moacir Sopelsa (MDB); Sergio Motta (Republicanos), pelo Bloco PP-PSB-Republicanos-PV; Marcos Vieira (PSDB) e Ismael dos Santos (PSD), pelo Bloco Social Democrático (PSD-PSDB-PDT e PSC); e Fabiano da Luz, pelo PT.

Caso se confirme o afastamento do governador, os planos dos partidos e políticos para 2022 terão que ser antecipados. É aí que entram os anseios das principais lideranças de olho na sucessão de Moisés, e que só deveria ocorrer daqui dois anos: o senador Amin (PP), o senador Jorginho Mello (PL) e o MDB que tem Dário como opção, todos fortes candidatos em 2022.

Moisés, mais uma vez fica com pouco espaço para tentar se impor na comissão. A líder do governo, deputada Paulinha (PDT), acabou preterida no bloco e tenta a via judiciária para entrar para comissão.

Se buscar um acordo, o governador precisará considerar os nomes que aparecem nesta lista para 2022 e parece muito improvável que seja possível “agradar a todos”.

Este é um espaço público de debate de ideias. O Notícias In Foco não se responsabiliza pelos artigos e comentários aqui colocados pelos autores da coluna. O conteúdo dos artigos é de única e exclusiva responsabilidade de seus respectivos autores.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”