Como a cultura está lidando com a fase verde em SP?

A tão aguardada fase verde do Plano São Paulo, que guia a reabertura do estado conforme os números da Covid-19 caem, enfim chegou para a capital paulista na semana passada, liberando diversos setores da cultura para retomar suas atividades. Anunciada pelo governador João Doria na última sexta-feira (9), a novidade fez com que museus, teatros, casas de show, bibliotecas, galerias e cinemas recebessem permissão para reabrirem, seguindo uma série de rígidos protocolos de segurança. Obrigatoriedade do uso de máscaras, rotinas de conscientização e educação dos funcionários, desinfecção dos espaços, medição de temperatura dos visitantes, triagem rápida de colaboradores para identificar possíveis casos, distanciamento social e ocupação de 60% da capacidade máxima são algumas das normas que ocuparão os espaços culturais paulistanos nos próximos meses. O episódio do Expresso Ilustrada desta semana conta como essas diferentes áreas da cultura se prepararam para a reabertura e o que muda na vida de quem pretende voltar a frequentar esses espaços. Participam o proprietário do cinema Petra Belas Artes, André Sturm, e os repórteres da Folha Clara Balbi, Carolina Moraes e Walter Porto.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”