Como adequar seu negócio para o delivery


Veja como é possível fazer uma transição e garanta a continuidade das vendas O segmento de delivery (entregas), que parecia uma forte tendência, agora pode se tornar o melhor caminho para milhares de negócios. Só entre o início da quarentena, em 16 de março, até abril, o número de usuários nas plataformas de delivery teve um crescimento de 155%. O estimado para o período era de 30%. O número de pedidos, comparado ao mesmo período de 2019, teve um aumento de usuários de 975%.
Apenas no dia 6 de março, quando o Ministério da Saúde anunciou que a chegada da transmissão comunitária da doença estava próxima, houve um aumento de 126% nos downloads desses apps. Isso em relação ao mesmo dia do ano anterior. Se o formato fez um imenso sucesso para a área de alimentação – pesquisa da consultoria Galunion com o Instituto QualiBest, aponta que 90% das pessoas estão evitando comer fora como forma de prevenção – outros setores também se beneficiaram. As farmácias, por exemplo, também viram a demanda por entregas aumentar. Segundo a Associação Brasileira das Redes de Farmácias (Abrafarma), entre fevereiro e março de 2020, as vendas de e-commerce subiram 85,36%. No acumulado de janeiro a abril, o crescimento foi de 72% em relação ao mesmo período de 2019.
Divulgação/Sicredi

Mas esse tipo de negócio demanda algumas especificidades e, antes de iniciar o delivery estabeleça como ele vai funcionar. Ou seja, qual será a área de atendimento, bairros de atuação ou até quantos quilômetros de distância você pode atender. Com essas informações, fica mais fácil calcular valores corretos de entrega, horários de funcionamento do delivery, quantidade de profissionais que precisará e a capacidade de atendimento.
Aposte na divulgação
Depois de definir os processos, é hora de contar às pessoas que seu produto ou serviço pode ser entregue em casa. A internet é terreno fértil para divulgar suas ações, ainda mais em tempos de reclusão. Além de custos baixos, a exposição é altíssima com uma boa estratégia. Outra plataforma é o WhatsApp. Você pode cadastrar seu número no WhatsApp Business, que oferece funcionalidades, como cadastrar respostas automáticas e estabelecer horários de funcionamento da empresa.
Se você tem site, ou rede social, cadastre o link direto para o seu telefone. Tenha fotos profissionais – ou bem feitas – para divulgar o seu negócio. Lembre-se: o cliente não conhece seu negócio e estrutura. As fotos precisam traduzir isso da melhor maneira possível.
Delivery = um bom negócio
Só em maio desse ano, o total de transações de vale-refeição e vale-alimentação em plataformas de e-commerce aumentou 4,5 vezes em relação à média observada no primeiro trimestre de 2020, o que mostra um crescimento muito forte do e-commerce e delivery como forma de resposta à crise.
Um levantamento da consultoria RankMyApp, mostra que o número de instalações de aplicativos dessa categoria, do dia 1 de janeiro a 16 de março de 2020, representou 61,7% de todos os downloads desses mesmos apps no ano de 2019 inteiro. Animado para fazer entregas? Então, confira mais algumas dicas:
Olhe para a sua oferta: avalie o que vende bem, tem uma boa margem e viaja bem.
Reforce os processos de higiene e divulgue: garantir a segurança dos alimentos é fundamental e existem algumas maneiras de fazer o cliente perceber esses cuidados.
Avalie as embalagens: o que é mais importante na hora de escolher uma embalagem para delivery?
Faça testes de entrega: assim é possível descobrir e avaliar seus pontos de melhoria.
Elementos de hospitalidade: crie formas para ser cordial e melhorar a experiência do seu cliente. Escreva bilhetes, diga o quanto você agradece e quais são os cuidados atuais para impedir a disseminação do vírus. Se estiver ao seu alcance, faça um registro dos que comprarem mais e presenteie com benefícios.
As pessoas buscam rapidez e segurança no transporte do produto: por isso, a entrega tem que ser eficiente, já que cumprir o prazo estabelecido é um fator relevante e decisivo para fidelizar a base de clientes.
Verifique a possibilidade de oferecer serviços delivery em horários alternativos, atendendo a demanda de quem precisa resolver emergências à noite, por exemplo.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”