Como Joinville organizou a volta às aulas

Mais de 6,2 mil alunos já se preparam para retornar às salas de aula em Joinville, no Norte de Santa Catarina, na próxima semana. Na terça-feira (3) a rede municipal de ensino retoma as atividades presenciais de maneira escalonada. 

Escolas de Joinville, que estavam fechadas, retomam as atividades na terça-feira (3)- Foto: Dani Lando/NDTV

Nesta primeira semana, retornam às atividades os estudantes do 9º e 5º anos, 2º período da Educação Infantil e alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos), totalizando 6.260 estudantes.

Serão duas horas de aula para cada turno e o atendimento é limitado a 30% dos alunos. Para atender a demanda e as necessidades dos alunos, todos os professores receberam orientação sobre os protocolos em reuniões realizadas para tirar dúvidas e garantir um retorno seguro para alunos e profissionais.

De acordo com a secretária de Educação, Sônia Fachini, todas as escolas e Centros de Educação Infantil estão prontos para o atendimento. Ela ressalta, ainda, que 58% dos profissionais da rede retornam presencialmente neste momento. Ou seja, cerca de 3,1 mil profissionais participam dessa retomada.

“Temos 58% dos profissionais com condições de retornarem ao trabalho presencial. Os demais são aqueles que têm alguma comorbidade ou que porventura estão ainda passando por essa situação de estar com Covid e não podem retornar”, fala. Além disso, os servidores que são do grupo de risco não são obrigados a retornar, salienta.

A secretária ressalta, ainda, que todos os protocolos serão seguidos à risca para dar segurança aos alunos, servidores e pais. Na entrada, espaçamento entre os alunos na fila. Além disso, haverá um profissional para conferir o nome do aluno e aferir a temperatura corporal. Pelas escolas, cartazes de orientação e estruturas com álcool gel para higienização. 

Sônia pede o auxílio dos pais no monitoramento da saúde das crianças e explica que, em casos suspeitos, as aulas de toda a turma serão suspensas. “Se o seu filho acorda e está com febre, não mande para a escola, se o seu filho está tossindo, espirrando, com algum sintoma gripal, não o encaminhe para a escola. Caso ele seja assintomático ou conviva com alguém positivado e é um dos alunos que esteve na unidade escolar, nós vamos suspender as aulas daquela turma”, explica.

Depois da primeira semana, a partir do dia 9 de novembro, retornam às salas de aula os 4.242 estudantes do 1º período da Educação Infantil e dos 1º, 2º, 3º, 4º, 5º , 6º, 7º e 8º anos do Ensino Fundamental. E na terceira semana, 6.847 crianças do Berçário 1 e 2 e do Maternal 1 e 2 também voltam às salas de aula.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.