Conheça as propostas da candidata Luciana Salituri à Prefeitura de Guarujá, SP


G1 conversou com a candidata para conhecer suas propostas com relação a temas como saúde, educação e segurança. Conheça as propostas da candidata Luciana Salituri à Prefeitura de Guarujá
Desenvolvimento de um aplicativo para que os moradores possam marcar consultas e exames na rede pública de saúde sem precisar sair de casa, implementação da Farmácia do Cidadão 24h e ampliação do atendimento para que as creches funcionem nos 12 meses do ano estão entre as propostas da candidata à Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo, Luciana Salituri (Patriota).
Luciana Salituri é professora do Ensino Fundamental e tem 50 anos; seu número nas urnas é o 51. Em entrevista ao G1, ela destaca alguns pontos de seu plano de governo. “Quem depende do auxílio público vai poder contar com o Auxílio Cidadão, que é um projeto que consiste no auxílio de um valor de até R$ 80 por família, para colaborar nesse momento de crise”, afirma a candidata.
O G1 Santos está produzindo uma série de entrevistas com os candidatos a prefeito das cidades da Baixada Santista. Os prefeituráveis de Guarujá responderam a dez questões sobre temas diversos e todos tiveram o mesmo tempo de resposta. Para acompanhar toda a cobertura, basta acessar a página especial.
Conheça as propostas da candidata Luciana Salituri à Prefeitura de Guarujá
Divulgação
Confira a entrevista completa:
Qual sua principal proposta no que diz respeito à área da saúde? Como planeja executá-la?
Primeiro, eu entendo que a saúde não pode esperar. É uma questão de prioridade e urgência. A gente tem a intenção de implantar um prontuário eletrônico unificado, para que todas as pessoas atendidas no município possam ser atendidas por igual. Então, um prontuário eletrônico unificado, para que o médico saiba o histórico de saúde do paciente em qualquer unidade de saúde que ele vá. Também, um aplicativo para marcação de exames e consultas, porque aí não vai ter aquela questão de furar fila, e a pessoa tem a facilidade de marcar sua consulta e o exame sem sair de casa nem enfrentar fila. E a Farmácia do Cidadão 24h, para que as pessoas que passam pelos prontos-socorros à noite possam ir diretamente retirar seu remédio na Farmácia do Cidadão 24h.
Quais serão suas prioridades na área da educação, caso seja eleita?
A garantia de a creche funcionar 12 meses sem interrupção, nos meses de janeiro e fevereiro, porque nós vivemos em uma cidade de turismo, onde a mãe trabalha e precisa de atendimento nesses meses do ano. E a creche noturna, também, por conta das mães que trabalham em hotéis, bares e restaurantes e precisam do atendimento à noite. Aumentar o convênio com as creches particulares, para a gente adiantar a demanda, porque hoje a fila de crianças esperando por vagas é muito grande. Fazer, também, educação integral, para que a criança fique dentro da escola mais tempo. Então, investir no contraturno escolar, para a criança ficar de sete a dez horas dentro da escola. E, implementar uma escola de idiomas municipal e uma escola com cursos profissionalizantes, para a gente poder capacitar os nossos jovens para o mercado de trabalho em Guarujá.
O que está previsto para a área da cultura?
Fazer um cadastro com os artistas locais, para que o município possa ter um cadastro de todos os artistas que trabalham na cidade, e valorizar os artistas, principalmente durante a temporada, onde eles teriam mais trabalho. Um cadastro para disponibilizar aos comerciantes e para quem quiser contratar os artistas da cidade, e trabalhar muito com festivais. Fazer festivais de diversas áreas, para poder fomentar a cultura e os artistas daqui.
Quais medidas devem ser implementadas para contribuir com a diminuição dos índices de criminalidade?
A gente sabe que o caminho mais rápido para a criminalidade, hoje, é a droga. Então, é trabalhar uma política pública séria no combate às drogas, com amparo para as famílias e para a pessoa que está dependente química. Para evitar o aumento no índice de criminalidade, fazer uma política forte de combate às drogas e, também, contar com a ajuda da educação. No caso, a educação integral, que tira os jovens da rua, da vulnerabilidade social. Então, eles ficariam na escola a maior parte do tempo, evitando ficar em contato com a criminalidade na rua. E, fazer uma grande política de segurança pública, com o aumento de câmeras de reconhecimento facial, de reconhecimento de placas, e até as residências e comércios locais poderem compartilhar sua imagem de câmera para aumentar a área de vigilância da segurança do município.
Quais ações estão previstas para contribuir com a preservação do meio ambiente?
Nós devemos contar muito com a educação. Fazer um projeto sério de educação integral em todas as escolas do município, incluindo projetos de contraturno para que as crianças possam conhecer pessoalmente os mangues e toda a parte de floresta que ainda tem em Guarujá. Assim, elas vão poder valorizar aquilo e passar a atuar como agente multiplicador para dentro da família. Elas vendo in loco, e conhecendo, vai ser um excelente canal de comunicação com as famílias. Um trabalho forte de educação e um trabalho em conjunto com a Polícia Ambiental da cidade, até fazendo Operação Delegada junto à Polícia Ambiental, para que eles possam estar nos ajudando na prevenção do desmatamento etc.
O que deve ser feito para estimular a geração de emprego?
Geração de emprego é a gente procurar novas parcerias com empresas, até propondo isenção de alguns impostos, para que elas consigam se consolidar no município e, principalmente, criar uma incubadora de empresas. Um galpão totalmente pago pela prefeitura, para a pessoa poder instalar um box da sua pequena empresa, e com todo subsídio de infraestrutura da prefeitura. A prefeitura dando curso de capacitação via Sebrae e ajudando na infraestrutura daquele box com a sua empresa, até ela se consolidar e conseguir caminhar sozinha. Incentivar o empreendedor local, para que ele monte a sua própria empresa, aumentando a oferta de emprego no município.
O que os moradores que vivem em áreas periféricas da cidade podem esperar de seu governo?
Dignidade. Eu acho que dando oportunidade de educação para eles, de emprego, melhorando as condições de saúde e ajudando o pequeno empreendedor que vive nas áreas periféricas da cidade, nós vamos trazer dignidade. Quem depende do auxílio público vai poder contar com o Auxílio Cidadão, que é um projeto que consiste no auxílio de um valor de até R$ 80 por família, para colaborar nesse momento de crise. Então, a pessoa iria complementar a sua renda com o valor pago pela prefeitura, para poder superar esse momento de crise. Além de dignidade, com oferta de educação, saúde e emprego.
O que está previsto para reduzir o déficit habitacional da cidade?
A construção de conjuntos habitacionais. Isso é um grande projeto para a cidade, até a longo prazo, porque inclui, também, além de a gente construir um conjunto habitacional e retirar as pessoas de áreas de risco, para colocar neste conjunto habitacional, a fiscalização dessas áreas, para não haver mais invasão. Então, é brecar as invasões em áreas de risco e oferecer habitação digna.
Qual sua principal proposta para a mobilidade urbana e como planeja executá-la?
Mobilidade urbana nós vamos focar nas ciclovias e ciclofaixas, porque a bicicleta é um meio de transporte muito usado pelo próprio munícipe de Guarujá. Então, é transformar todas as ciclofaixas em ciclovias, para garantir a segurança do ciclista, e fazer uma ação coordenada junto à Ecovias e Dersa para dar vazão no pedágio e na balsa, principalmente aos fins de semana e feriados, para que a gente possa ter uma cidade mais tranquila. Porque, nos fins de semana, a cidade meio que trava por conta do excesso de veículos.
Quais ações devem ser priorizadas para estimular o aquecimento do setor do turismo?
Turismo de negócios, ecoturismo, fazer contato com agências de formatura para colocar Guarujá na rota das viagens de formatura, porque o jovem vem na viagem de formatura e depois acaba retornando com a família em outra época do ano. Então, é incluir Guarujá nessas rotas e fazer, também, um calendário anual com ampla divulgação nacional. Um calendário de eventos durante o ano inteiro, para fomentar o turismo também fora da temporada. E o turismo de negócios, que é principal, porque a pessoa vem para Guarujá em uma reunião da empresa e depois acaba voltando com a família em outra época do ano. E fazer um grande calendário, incluindo festivais, coisas típicas da cidade, e fazer uma ampla divulgação nacional, porque Guarujá está no foco do Brasil todo. Promover o turismo fora da temporada é essencial.
Outras informações sobre as propostas da candidata podem ser consultadas em seu plano de governo, disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Eleições 2020
O G1 Santos está produzindo, diariamente, reportagens especiais sobre as eleições 2020. Além de entrevistas exclusivas, levantamento de dados e serviço, os internautas podem acompanhar matérias de assuntos de interesse público e que preocupam bastante a população dos nove municípios da Baixada Santista e do Vale do Ribeira. Para acompanhar toda a cobertura, basta acessar a página especial.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.