Coronavírus: UTI de unidade de referência tem 34,1% de ocupação em Limeira


Ocupação geral de leitos na cidade é de 63,9%, com 306 pessoas internadas. Testagem de morador de Limeira para coronavírus em Limeira
Adilson Silveira/ Prefeitura de Limeira
A ocupação na Unidade de Referência Coronavírus (URC) de Limeira (SP) é de 40,6% nesta quinta-feira (15), com 41 internados, de acordo com a prefeitura.
Na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), são 14 internações (ocupação de 34,1%). Há dois meses, a taxa era de 65,9%. Em leitos clínicos, são 26 pacientes (ocupação de 54,2%). Há uma pessoa internada em suporte ventilatório.
De acordo com a Secretaria de Saúde, a ocupação geral (hospitais e URC) em Limeira, hoje, é de 63,9%, com 306 pessoas internadas.
Desse total, 77 pessoas estão em UTI (ocupação de 51,7%) e outras 229 estão em leitos de enfermaria (ocupação de 69,4%).
Do total de internados, 30 têm confirmação para Covid-19.
Casos e mortes
Mais 54 casos de coronavírus foram confirmados em Limeira nesta quinta-feira (15), conforme atualização da Secretaria de Saúde.
Ao todo, são 11.288 confirmações da doença, sendo que 10.995 pessoas estão recuperadas. Há 24 pacientes de Limeira em recuperação, internados, e outros seis de outras cidades.
Não houve mudança no número de contaminados de coronavírus em profissionais da saúde. Limeira tem 19.526 casos descartados e tem, ainda, 3.479 suspeitas em investigação. O município contabiliza, desde o início da pandemia, 34.293 notificações relacionadas à Covid-19.
Foram confirmadas quatro novas mortes em decorrência da doença: duas mulheres, de 58 e 72 anos, e dois homens, 82 e 83 anos. No total, são 269 óbitos confirmados em Limeira – a taxa de letalidade é de 2,4%. Há, também, um novo óbito suspeito, registrado hoje, de uma mulher de 68 anos.
VÍDEOS: saiba mais sobre o novo coronavírus em reportagens do JN
Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”