Correios e privatização: nenhuma empresa aparece formalmente interessada na compra

A mais recente greve dos Correios reacendeu o debate sobre a privatização da estatal. O ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD-RN), chegou a dizer que grandes players do mercado estariam interessadas na aquisição, como Magazine Luiza e Amazon.

Porém, fato é que formalmente nenhuma das companhias demonstrou esse interesse. O ministro inclusive atribuiu o otimismo na época a informações trazidas pelo secretário especial de Desestatização e Privatização do Ministério da Economia, Salim Mattar.

Com o fim da greve, o cenário é de Correios ainda estatal e com números positivos nas suas contas. O EBITDA da companhia no ano passado foi de R$ 671 milhões. Esse é um índice que calcula o lucro antes de uma série de deduções que envolvem impostos e outras taxas.

Clique aqui para ler mais

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”