Corte de gastos é inevitável para cumprir teto, dizem técnicos do governo

 

A possibilidade de uso de parte dos recursos da nova contribuição sobre transações – que a equipe econômica quer viabilizar com a reforma tributária – para financiar novos programas como o de Renda Brasil e a Carteira Verde-Amarela não retira os obstáculos existentes para o cumprimento do teto de gastos. Segundo técnicos do governo, para que essa “âncora fiscal” seja cumprida, o corte de despesas é inevitável.