Daniel Peixoto, Getúlio Abelha e Festival Maloca Dragão ganham premiação nacional de música


A cena musical do Ceará disputava 14 das 19 categorias do Prêmio Dynamite de Música Independente. A cena musical cearense marcou presença entre os vencedores do Prêmio Dynamite de Música Independente. Os premiados da edição 2020 foram revelados em cerimônia na noite desta quarta-feira (14). O cantor Daniel Peixoto ganhou por “Melhor lançamento de música eletrônica”, pelo disco “Mastigando Humanos Remixes” (2019). Piauiense radicado no Ceará, Getúlio Abelha foi destaque da categoria artista “Revelação”. E a Maloca Dragão, festival realizado pelo Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), venceu como “Melhor evento”.
Piauiense radicado no Ceará, Getúlio Abelha foi premiado.
Camila Lima
Voltado à divulgação da música independente brasileira, o Dynamite premiou artistas, obras e iniciativas que brilharam entre os anos de 2018 e 2019. Das 19 categorias do prêmio em 2020, 14 traziam algum artista ou iniciativa da cena cearense na disputa.
“Que alegria e orgulho poder levar esse prêmio pro meu estado Ceará. Um estado tão rico musicalmente, culturalmente”, afirmou Daniel Peixoto.
Daniel Peixoto foi um dos premiados.
Divulgação
O músico agradeceu a colaboração dos produtores envolvidos com “Mastigando Humanos Remixes”. “É um prêmio importante, num país no qual os trabalhadores da cultura são, muitas vezes, tratados como marginais”, definiu o cearense. Em agosto, Peixoto e Getúlio Abelha lançaram uma versão do sucesso “La Isla Bonita”, de Madonna. “Obrigado, equipe, quem trabalha comigo e confia no meu trabalho”, disse o artista “revelação”.
Maloca Dragão
O festival Maloca Dragão também foi premiado pelo Dynamite.
JL Rosa
A superintendente do CDMAC, Natasha Faria, agradeceu o reconhecimento da Maloca Dragão em nome da equipe que atua no equipamento cultural, além de apoiadores e artistas. A gestora detalhou que a sexta edição da Maloca Dragão deixou de ocorrer em 2020 por conta da pandemia. Em 2018, última vez que o evento foi realizado, cerca de 150 atrações artísticas participaram durante os seis dias de atividades.
Organizada inicialmente em 2014, durante as festas de 15 anos de fundação do CDMAC, a Maloca se destacou por reunir uma variada programação, com muitos artistas de outros estados brasileiros. “Em 202, voltaremos firmes e fortes”, prometeu a organizadora.
Mais cearenses indicados
Concorreram ainda os cearenses Selvagens à Procura de Lei (Melhor lançamento de rock por “Paraíso Portátil”), Old Books Room (Melhor lançamento de indie rock por “Songs About Days”), Facada (Melhor lançamento punk / hardcore por “Quebrante”), Damn Youth (Melhor lançamento de heavy metal por “Breathing Insanity”) e Lilt (Melhor lançamento de música instrumental por “Solis”).
A lista completa inclui ainda Mateus Fazeno Rock (Revelação), Nego Gallo (Melhor lançamento de rap / hip hop / black music com “Veterano”), Outragalera (Melhor lançamento de reggae com “Dub da Tapioca”), Daniel Groove (Melhor lançamento de MPB por “Levante”), Casa de Vovó Dedé (Melhor produtora, coletivo ou entidade), Salão das Ilusões (Melhor casa de shows alternativos) e Brasil Novos Sons, programa da Rádio Universitária FM da Universidade Federal do Ceará (Melhor Programa de Rádio ou Emissora).
Votação
Os premiados foram escolhidos por meio de votação online. Segundo os organizadores, foram quase cinco mil votos. A cerimônia de premiação teve shows dos cearenses Jonnata Doll e os Garotos Solventes, além das bandas Replicantes, Golpe de Estado e Leela.
Criado em 2002, o Prêmio de Dynamite de Música Independente tem a missão de divulgar a música independente brasileira.
Veja mais notícias do Ceará em 1 minuto
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.