Dentista agredido ao celebrar vitória de candidato no Ceará morre em hospital


Lázaro Teles, de 29 anos, foi agredido mesmo quando já estava inconsciente. Testemunha afirma que agressores iniciaram a espancá-lo mesmo sem discussão ou bate-boca. Eleitor morre em hospital uma semana após ser espancado quando comemorava vitória de candidato
Arquivo pessoal
Um dentista de 29 anos morreu neste sábado (21), seis dias após ter sido espancado com chutes e socos na Avenida Simões de Góes, no município de Jaguaruana, no interior do Ceará. A agressão aconteceu no domingo (15), enquanto a vítima comemorava com amigos a reeleição do atual prefeito da cidade.
A morte do dentista Lázaro Teles foi confirmada pelo Hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), onde ele estava internado recebendo atendimento médico.
Conforme o relato de uma amiga da vítima, Lázaro Teles estava reunido com um grupo de profissionais da saúde por volta das 21h, quando três homens chegaram ao local e, sem briga ou desentendimento, agrediram o dentista. Lázaro foi golpeado com um murro no rosto, caindo desacordado. Já no chão, inconsciente, ainda segundo o relato de amigos, ele recebeu chutes na cabeça.
O mesmo trio tentou agredir um médico, amigo de Lázaro, que estava com ele no momento da confusão. No entanto, o médico conseguiu se desvencilhar dos suspeitos sem ser agredido. Lázaro foi socorrido com sintomas de otorragia – sangramento pelo ouvido -, para um hospital de Juaguaruana, e transferido em seguida para o IJF devido a gravidade do estado de saúde dele.
O G1 solicitou à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social informações sobre as investigações acerca do caso e aguarda resposta.
Assista às notícias do Ceará no G1 em 1 minuto:
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.