Denúncias de crimes de racismo e injúria racial crescem 13% em SC

Mais recente caso, registrado na noite de quinta-feira (19), ocorreu durante uma seminário sobre o Mês da Consciência Negra promovido pelo Instituto Federal Catarinense (IFC) de São Francisco do Sul. O número de denúncias de racismo e injúria racial aumentou 13% em Santa Catarina durante o último ano. Entre janeiro a 30 de outubro de 2020, a Polícia Civil foi procurada 2.281 vezes. No mesmo período de 2019, foram 2.005 casos. Os dados foram disponibilizados pela Delegacia Regional de Joinville, no Norte de Santa Catarina. Conforme a responsável pela região, Tânia Harada, ao menos quatro casos tiveram repercussão nos últimos dois meses.
O mais recente caso, registrado na noite de quinta-feira (19), ocorreu durante uma seminário sobre o Mês da Consciência Negra promovido pelo Instituto Federal Catarinense (IFC) de São Francisco do Sul.
O evento, que discutia a temática racismo, foi invadido por um grupo que começou a projetar imagens de cunho pornográfico e de exaltação ao regime nazista. Além disso, segundo Adalto Aires Parada, diretor IFC, foram proferidas palavras como “macaco”.
Por nota, a reitoria afirmou que não aceitará este tipo de ação e que irá buscar todos os meios de responsabilizar os autores. A Polícia Civil informou que vai investigar o caso.
Hackers invadem reunião virtual do Conselho de Direitos Humanos de SC com ataques racistas e homofóbicos
‘Vai acontecer comigo o que aconteceu com a Marielle’, diz vereadora negra eleita e ameaçada em Joinville
Outros ataques
Em outra agressão virtual, na última terça-feira (16), a primeira vereadora negra de Joinville recebeu ameaça de morte e xingamentos racistas. Além de injúria, o caso é investigado como ameaça, já que postagens nas redes sociais afirmam em “m4t4r el4 [sic] [para] entrar o suplente que é branco”.
Entrevista com a 1ª vereadora negra eleita em Joinville: planos para o mandato
Um dia antes, na segunda-feira (15), o Conselho Estadual de Direitos Humanos (CEDH) de Santa Catarina também sofreu um ataque racista e homofóbico durante uma reunião virtual. Segundo a entidade, hackers invadiram a sessão e gritaram insultos. Foi feito um boletim de ocorrência.
No dia 10 de outubro, participantes de um seminário virtual do campus de Araquari, IFC foram alvo de ataques racistas durante o encontro para marcar o mês da Consciência Negra. A Polícia Civil e a Polícia Federal devem investigar o caso.
Em agosto outro ataque virtual semelhante foi registrado em um seminário da Associação Empresarial de Joinville. Um grupo invadiu a reunião e agiu da mesma forma. O caso é investigado e a Polícia Civil.
Grupo de pessoas promove ataque racista durante seminário on-line no Norte de SC
Veja as notícias Bom Dia SC
V
Veja as notícias do estado no G1 SC
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.