Desemprego sobe para 13,8% em julho, maior taxa desde 2012

A taxa de desemprego no Brasil subiu para 13,8% no trimestre encerrado em julho, atingindo 13,1 milhões de pessoa. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua), divulgada nesta quarta-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Trata-se da maior taxa da série histórica, iniciada em 2012.
A Pnad Contínua é a pesquisa mais ampla sobre o mercado de trabalho no país e é usada como indicador oficial do desemprego no Brasil.
Com a pandemia de coronavírus, o IBGE passou a realizar também levantamentos semanais para identificar os impactos da Civid-19 no mercado de trabalho. Na semana passada, o IBGE mostrou que a taxa de desemprego passou de 14,3% para 13,7% entre a última semana de agosto e a primeira de setembro. As pesquisas, no entanto, não são comparáveis, devido às características metodológicas, que são distintas.
Desemprego recua na 1ª semana de setembro e atinge 13 milhões de brasileiros, segundo IBGE
Vídeos: veja últimas notícias de Economia
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”