‘Ele pediu: Milena, me ajuda’, diz mulher de homem negro morto em Carrefour de Porto Alegre


João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi espancado e morto por dois homens brancos, na noite desta quinta-feira (19). Milena Borges Alves, de 43 anos, tentou ajudar o marido, mas foi empurrada. João Alberto Silveira Freitas foi espancado até a morte por seguranças em supermercado de Porto Alegre
Reprodução
Milena Borges Alves, de 43 anos, falou em entrevista à Rádio Gaúcha, na manhã desta sexta-feira (20), que tentou ajudar o marido, João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, espancado e morto por dois homens brancos em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite desta quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra (nesta sexta, 20).
“Eu estava pagando no caixa, dai ele desceu na minha frente, quando eu chegue lá embaixo ele já estava imobilizado. Ele pediu ‘Milena, me ajuda’, quando eu fui, os seguranças me empurraram”, disse.
João fazia compras com a esposa quando teria feito um gesto para uma fiscal de caixa. Ela chamou a segurança e ele foi acompanhado para fora do mercado, quando começaram as agressões. Ele foi agredido em uma unidade do supermercado Carrefour. As imagens da agressão foram gravadas e circulam nas redes sociais (veja vídeo a baixo).
Homem negro morre após ser espancado em supermercado em Porto Alegre
“O João Alberto era uma pessoa brincalhona que estava sempre brincando debochando era assim jeito dele tá sempre com gato dele gostava do gatinho dele”, conta.
Initial plugin text
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.