Eleições 2020: o que dizem os planos de governo dos candidatos a prefeito de Campinas, SP


Políticos descreveram os projetos que prometem implantar na cidade se forem eleitos. Veja o resumo de cada um e acesse o plano completo. O G1 resume os principais pontos das propostas de governo dos 14 candidatos à Prefeitura de Campinas (SP) nas eleições de 2020. Os candidatos foram organizados em ordem alfabética a partir do nome de urna. Veja abaixo.
Alessandra Ribeiro (PCdoB)
Alessandra Ribeiro
Reprodução/EPTV
Número de páginas: 32
Resumo: As propostas partem de oito diretrizes descritas na introdução do documento, dentre elas a de estimular a participação da sociedade, em especial dos setores sociais prioritários para a ação governamental, e aprofundar mecanismos para a implantação de políticas de eliminação de preconceitos. Uma das propostas para geração de emprego é formular políticas para que trabalhadores informais e subempregados adquiram mais renda. Além disso, a criação de um Fundo Soberano Municipal abastecido por verba das autarquias para três funções principais: reserva para despesas de extrema emergência, Política Municipal de Renda Mínima e Política de Microcrédito Municipal. Outros projetos são os programas de bolsas para alunos da rede pública, programas de apoio ao trabalhador informal e apoio às cooperativas de catadores. A candidata promete ampliar as Equipes de Saúde da Família (ESF) das atuais 144 equipes para 220 nos próximos 4 anos; reduzir o tempo de espera na fila do SUS; construção da UPA na região do Campo Belo. O plano também traz a proposta de ampliar o número de escolas de Educação integral no Ensino Fundamental e Educação Infantil, além de reduzir o de alunos em sala de aula, “considerada uma das medidas mais eficazes para aumentar a qualidade da educação”, além de aumentar e atualizar as bibliotecas escolares. Para moradia, a candidata propõe requalificar imóveis abandonados para destinar à habitação de interesse social, além de comprar áreas para construção de empreendimentos de interesse social.
Acesse o plano completo
André von Zuben (Cidadania)
Cidadania (CID) oficializou a candidatura do vereador André von Zuben à Prefeitura de Campinas
Reprodução
Número de páginas: 63
Resumo: O plano indica que as propostas foram pensadas a partir da sustentabilidade das pessoas, do meio ambiente e da economia, do bem-estar social e da adoção de um novo modelo de governança. A introdução também apresenta a trajetória do candidato e afirma que foram considerados cinco pilares pragmáticos: Pessoas, Social, Ambiental, Economia e Governança, cada um deles com um conjunto de propostas. Para saúde, promete descentralizar atendimentos, com serviços em todas as regiões da cidade, garantir aos pacientes com doenças crônicas, acamados e deficientes, acesso a medicamentos pela entrega em seus domicílios, além de acesso a remédios a todos os usuários do SUS. Ainda, acelerar a informatização da saúde com o prontuário eletrônico padrão. Em relação à educação, garantir o acesso de 100% das crianças às escolas do município, implantar a Educação Inclusiva com programas para crianças com necessidades especiais, ampliar o número de escolas em período integral. O candidato promete, ainda, implantar o programa Mais Emprego, para que pessoas desempregadas sejam capacitadas e reinseridas no mercado de trabalho, e também aos jovens que ainda não ingressaram na profissão. O plano prevê também o programa “Renda Básica Cidadã de Campinas”, transferência direta de renda para complementar os já existentes de outras esferas de governo, com o pagamento de um auxílio mensal por pessoa de uma mesma família, cuja renda mensal per capita seja de até 1/4 (um quarto) do salário mínimo.
Acesse o plano completo
Artur Orsi (PSD)
PSD oficializa candidatura de Artur Orsi à Prefeitura de Campinas
Daniel Mafra/EPTV
Número de páginas: 21
Resumo: O candidato inicia a apresentação das propostas com críticas às gestões anteriores, ao citar, por exemplo, que impostos e tarifas aumentaram “sem critérios objetivos e em percentuais muito acima dos índices inflacionários”. Promete recuperar a capacidade de investimento do município “por meio da racionalização de custos sem prejuízo dos serviços prestados à população”. O plano é pautar compras e contratações pelo “respeito aos recursos públicos, priorizando, sempre, a transparência, o controle e cumprimentos das meta”. Promete drástica redução do número de comissionados e também aliviar o efeito da pandemia nos micro e pequenos empreendimentos, com condições favoráveis de renegociação de dívidas com o município. Na saúde, promete revisar profundamente a Rede Mário Gatti e, para o Hospital Ouro Verde, buscar parcerias com instituições tradicionais da cidade, como o Hospital PUC-Campinas, para garantir transparência, qualidade de atendimento e economia à administração municipal. Para educação, o candidato tem como meta zerar o déficit do ensino infantil, “garantindo a presença e a frequência de todas as crianças e jovens na escola”, e incentivar a implantação de mais unidades de ensino técnico integradas ao mercado de trabalho. Na habitação, o plano prevê a desburocratização de normas que, segundo o candidato, travam e atrasam empreendimentos privados de habitação popular.

Acesse o plano completo
Dário Saadi (Republicanos)
Republicanos oficializou a candidatura do médico Dario Saadi à Prefeitura de Campinas
Marília Rastelli/EPTV
Número de páginas: 7
Resumo: O plano é dividido em 10 tópicos: ambiente, sustentabilidade e planejamento urbano; cultura, esportes e turismo; educação; emprego, renda, empreendedorismo, assistência social e inclusão; habitação; infraestrutura urbana; mobilidade e transporte; qualificação do serviço público e governo digital; saúde; e segurança. No primeiro deles, o plano aponta como foco o “esforço” para redução de custos dos serviços de água. Em educação, o plano afirma que utilizará recursos do Fundeb para fazer investimentos qualitativos planejados em conjunto com as escolas. Sobre saúde, o plano fala em “prioridade zero” e afirma que a rede municipal seria gerida com eficiência e rubrica orçamentária. Outro projeto é atuar com diversas secretarias para a criar oportunidades para o cidadão. Já em habitação, o candidato fala em integrar ações com as demais políticas urbanas e sociais, pensando a cidade como um todo, e articular políticas efetivas nas esferas municipal. Na área de transporte público e mobilidade urbana, o plano prevê priorizar um Programa de Asfaltamento e evoluir na gestão da Emdec para um trânsito humanizado e eficiente. Outras propostas são a capacitação do funcionalismo público, a digitalização e a modernização de processos, investimentos em melhoria das infraestruturas de atendimento. Promete, também, ações integradas com o governo estadual na área da segurança para prevenção e repressão ao crime.
Acesse o plano completo
Delegada Teresinha (PTB)
Delegada Teresinha é candidata à Prefeitura de Campinas
Luis Corvini / EPTV
Número de páginas: 17
Resumo: O plano da candidata foi construído a partir de 14 diretrizes com propostas de políticas públicas integradas. Dentre as diretrizes gerais estão saúde, educação, segurança, emprego e renda, além de transporte e mobilidade urbana. Na saúde, parte das propostas é readequar e reequipar todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e as Unidades de Referência Especializadas (URE), e também construir o Hospital da Mulher para criar ações e programas de atendimento específicos em todas as fases da vida feminina. Na educação, uma das metas é implantar metodologias inovadoras, como robótica, programação e jogos criativos, e aplicar o ensino de temas específicos, como educação ambiental, reciclagem de lixo, combate ao feminicídio e segurança. A candidata promete também revisar locais de colocação de radares de trânsito e rever as velocidades máximas permitidas. Na área da assistência social, quer ampliar os atendimentos dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), para atender famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica e melhorar programas assistenciais. Também buscará fortalecer o Conselho Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.
Acesse o plano completo
Dr. Hélio (PDT)
PDT oficializa candidatura de Dr. Hélio à Prefeitura de Campinas
Reprodução/EPTV
Número de páginas: 22
Resumo: A primeira proposta do plano é zerar o déficit de vagas na educação infantil. Outra promessa é levar os cursos profissionalizantes do Ceprocamp para o bairro Satélite Íris para a região noroeste, entre outras. Implanta no curriculo escolar a história da África e da cultura afro-brasileira, além de criar a Escola Estudantil de Música e construir bibliotecas em parques ecológicos. Na área da saúde, o candidato propõe criar um instituto focado na saúde da mulher, implantar o “linhão da saúde” para facilitar o transporte público dos serviços de urgência, montar um call center para marcação de consultas por telefone, aumentar as equipes de médicos da família, modernizar o Hospital Municipal Ouro Verde e aumentar a oferta de atendimento de urgência e emergência. No planejamento urbano, elaborar nova legislação de parcelamento de solo, implantar “eixos verdes”, criar um Programa Municipal de Negócios Sustentáveis, que estimulará empreendedores a fazer planos de negócios em agricultura sustentável e produtos orgânicos, ecoturismo e energias renováveis. O candidato também promete criar um condomínio industrial para micro e pequenas empresas do distrito do Campo Grande, incentivar e apoiar datas comemorativas para atrair turistas. O plano prevê estudo para retorno dos cobradores nos ônibus, além de retomar negociações para implantar um trem de alta velocidade que ligaria Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. Dentre as propostas para habitação está firmar parcerias com proprietários de terra que queriam lotear e oferecer à população pobre.
Acesse o plano completo
Edson Dorta (PCO)
PCO oficializou a candidatura de Edson Dorta à Prefeitura de Campinas
Reprodução / EPTV
Número de páginas: 7
Resumo: No documento, o candidato argumenta que a centralidade do debate político é o “golpe de Estado imposto em 2016, com a derrubada do governo de Dilma Rousseff, aprofundado com a prisão o ex-presidente Lula, a eleição fraudulenta de Jair Bolsonaro em 2018” para afirmar que o processo eleitoral deste ano é uma “fraude em meio a um golpe”. De acordo com documento, o PCO não participa das eleições para apresentar um programa para a administração doestado tal como ele é hoje. Segundo o manifesto, os “que apresentam um ‘programa de governo’ estão apenas saindo em defesa das reivindicações da classe capitalista, que domina o Estado”. Ao afirmar que os problemas que se apresentam no município são reflexo dos que afligem a classe trabalhadora em todo o país, o candidato defende o aumento imediato das verbas para a saúde, estatização de todo o sistema de saúde, redução da jornada de trabalho, sem redução dos salários, formação de conselhos populares de fiscalização do serviço de saúde, estatização do sistema financeiro e das empresas falidas.
A Justiça Eleitoral informou que o candidato não encaminhou o pedido de registro da candidatura no prazo legal. O partido afirma que departamento jurídico está ciente e vai apresentar o pedido de modo individual.
Laura Leal (PSTU)
PSTU oficializou a candidatura da petroleira Laura Leal à Prefeitura de Campinas
Reprodução
Número de páginas: 6
Resumo: O plano de governo inicia com tópicos de um programa emergencial durante a pandemia que defende a testagem massiva da população até a fabricação e distribuição da vacina, a não reabertura das escolas até que haja vacina, isenção de contas de luz, água e outras, concessão de crédito a juro zero para pequenos negócios e isenção de impostos e garantia do pagamento dos salários de empresas com até 20 trabalhadores. O programa também fala em requisitar 50% do lucro líquido dos grandes bancos e das 15 maiores empresas da Região Metropolitana de Campinas (RMC), estatizar o sistema financeiro e formar um banco estatal único que financie a reconstrução econômica. Na saúde, propõe que não sejam contratadas Organizações Sociais para gerir hospitais, e que estes sejam administrados por trabalhadores da saúde eleitos nos seus locais de trabalho. A candidata também se manifesta contra as parcerias público privadas (PPPs) e promete um planejamento de transporte alternativo ao rodoviário que tenham menor agressão ambiental. Na habitação, as propostas são criar plano de construção de moradias a custo baixo e expropriar os imóveis desocupados que não cumprem sua função social.
Acesse o plano completo
Pedro Tourinho (PT)
PT oficializou a candidatura de Pedro Tourinho à Prefeitura de Campinas
Marília Rastelli/EPTV
Número de páginas: 11
Resumo: De início, o plano traça um paralelo entre os efeitos sociais da pandemia do novo coronavírus e as políticas públicas ao citar que a população mais prejudicada pelo vírus foi a que utiliza “o precário serviço de transporte público”, além de moradores das periferias “em habitações onde o isolamento social é impraticável”. O programa define 13 compromissos com a vida que a candidatura adotou. Os eixos são: economia a serviço da vida; saúde humanizada; rumo à Tarifa Zero; praças de integração e articulação de serviços; transição ecológica; água a preço justo; Campinas sem fome; moradia digna é um direito; proteção da vida e da dignidade humana; Campinas – cidade educadora; universalização do acesso à internet; cultura que encanta e transforma; e gestão Democrática e participação popular. No eixo econômico, por exemplo, o candidato propõe a criação do Banco Popular de Campinas e do Programa Municipal de Renda Básica. Na saúde, a meta é reunificar a rede básica com a urgência e emergência e ampliar o programa de Saúde da Família. Já para saneamento, a promessa é reduzir tarifas com aplicação diferenciada e descontos progressivos, além da tarifa social. O candidato projeta, ainda, não implantar a construção de barragem hídrica no distrito de Sousas ou em qualquer região da APA e propor estudos de viabilidade para conversão da Represa de Salto Grande, em Americana, em reservatório regional. O plano também propõe a construção de moradias em áreas que não estejam cumprindo função social
Acesse o plano completo
Prof Ahmed Tarique Agio (PMN)
Agio durante convenção que o oficializou candidato à Prefeitura de Campinas pelo PMN
Reprodução
Número de páginas: 4
Resumo: De acordo com o documento, o candidato promete reestruturar a política municipal a partir de três novas secretarias: da Mulher, da Juventude e dos Negros Afrodescendentes. O plano prevê 22 secretarias para a cidade, sendo a última para organizar as autarquias e subprefeituras. As outras 21 seriam a Secretaria Municipal Estrutural de Governo; de Administração e Infraestrutura; de Assuntos Jurídicos; de Relações Institucionais; de Comunicação e Mídias; de Educação, Cidadania e Patrimônios Históricos; de Cultura. Turismo, Esporte e Lazer; da Mulher; da Juventude; dos Negros Afrodescendentes; de Rendas e Gerência Financeira; de Assistência Social e Estrutura Família; de Habitação e Obras Públicas; de Planejamento e Desenvolvimento Urbano ; de Recursos Humanos Gestão e Controle; de Saúde e Hospitais; de Segurança Pública; de Serviços Públicos e Gerências; de Transportes; de Trabalho e Geração Renda e Empregos; de Urbanismo Verde e Meio Ambiente. O candidato promete democratizar a mídia com rádio FM e a criação de uma TV Municipal para dar espaços a todas as demandas e diversidades culturais e sociais do município. Para a Secretaria de Recursos Humanos, Gestão e Controle promete uma auditoria para “correção de todos estes serviços para o bem público”. Na área da saúde, o plano prevê a criação de um conselho de profissionais notáveis que darão suporte ao secretário, além da construção de três novos Hospitais Municipais com a capacitação de jovens médicos enfermeiros.
O plano não estava disponível na plataforma do TSE até esta publicação. Segundo o candidato, o programa já foi juntado ao sistema e deve estar visível em 48 horas. A reportagem será atualizada quando houver a inclusão.
Rafa Zimbaldi (PL)
PL oficializou a candidatura do deputado estadual Rafa Zimbaldi à Prefeitura de Campinas
Marília Rastelli/EPTV
Número de páginas: 28
Resumo: O programa é dividido em quatro capítulos: (1) Inovação, Competitividade, Econômica e Geração de Emprego e Renda; (2) Desenvolvimento e Inclusão Social; (3) Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade Ambiental; (4) Modernização Institucional e Governabilidade Participativa. Na introdução, o candidato critica a atual gestão, cita a pandemia e afirma que houve queda na queda do número de médicos nas UBSs entre dezembro de 2017 e julho de 2020. Na área econômica, o plano prevê a ampliação dos programas de promoção do empreendedorismo, com fortalecimento do acesso ao crédito e microcrédito e do estímulo ao investimento de micros e pequenos empreendedores. O candidato promete, ainda, simplificar regras para criação de empresas; intensificar programas de qualificação profissional e criar o Programa Emergencial de Emprego, para articular ações para pessoas afetadas pela crise econômica. O plano firma o compromisso de abrir concursos para recompor o quadro de funcionários da área da saúde, ampliação das Equipes da Saúde da Família (ESFs), construção, de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), garantir o número de agentes comunitários de saúde (ACS), de acordo com o número de habitantes. Na educação, a promessa é implantar o Programa Saúde na Escola (PSE) como uma política intersetorial da saúde e da educação para crianças, adolescentes, jovens e adultos. Outro projeto é de inclusão digital nas periferias, “possibilitando fortalecimento de vínculos comunitários e acesso a direitos e benefícios”.
Acesse o plano completo
Rogério Menezes (PV)
Rogério Menezes é oficializado candidato à Prefeitura de Campinas pelo PV
Reprodução/EPTV
Número de páginas: 51
Resumo: O plano foi estruturado a partir de uma lista de 10 princípios, dentre eles “inovação eficaz e sustentável” e “transparência responsável”. No setor de governança, propõe ouvidoria e controladoria estruturadas e apoiadas por auditoria externa para acompanhar os serviços, além de combater corrupção e o suborno com sistema permanente. Promete participação efetiva das mulheres e a igualdade de oportunidades para atividades profissionais e de liderança. Na área da saúde, projeta ampliar o Programa Mais Médicos Campineiro com equipes de clínicos gerais nos centros de saúde e pronto atendimentos, além de modernizar as unidades com prontuário eletrônico, cadastro e agendamentos por aplicativos. Para educação, o plano busca zerar o número de analfabetos absolutos e diminuir o índice de analfabetismo funcional, firmar parceria para usar imóveis de entidades religiosas, cuja ocupação consiste aos sábados e domingos, para montar creches durante a semana. O candidato também quer incluir a disciplina de educação financeira no contra turno e levar o ensino de música às escolas municipais. Já no desenvolvimento econômico, prevê a elaboração de um Plano Municipal de Desenvolvimento Pós-Pandemia e de um estudo para detectar setores e atividades que mais empregam para criar incentivos monetários e não monetários. Outras propostas são: revitalizar o Centro para estimular a convivência social, ampliar a frota de ônibus híbridos, elétricos e outras tecnologias não poluentes, conectar o Aeroporto de Viracopos com o centro e a malha ferroviária, acelerar a urbanização de assentamentos consolidados, priorizar aprovação de unidades de moradias de interesse social e promover políticas públicas sustentáveis.
O plano não estava disponível na plataforma do TSE até esta publicação. O PV afirmou que fez a entrega à Justiça Eleitoral em 24 de agosto e que o departamento jurídico do partido entrou com petição no TSE para que o problema seja resolvido. A reportagem será atualizada quando o plano entrar no sistema.
Rogério Parada (PRTB)
PRTB oficializou a candidatura de Rogério Parada (máscara verde) à Prefeitura de Campinas
Arthur Menicucci / G1
Número de páginas: 176
Resumo: O plano parte de três linhas de ações estruturantes: combate intenso e incansável à corrupção, utilização massiva de ferramentas de Governança e Gestão, além de reforço e fortalecimento dos valores conservadores de “Deus, Pátria e Família”. Promete um levantamento das atividades da prefeitura para encontrar atos e agentes envolvidos em decisões que resultaram na má utilização dos recursos públicos. Propõe um modelo de governança com características como transparência, responsabilidade, orientação por consenso, igualdade, efetividade, eficiência e prestação de contas. Na área da saúde, promete um levantamento das regiões que necessitam de centros de saúde e a posterior construção destes para que, na áreas pobres, cada unidade atenda de 10 a 12 mil pacientes. Segundo o documento, este número é de 18 mil atualmente. Buscará a redução da mortalidade de mulheres durante a gravidez, a mortalidade infantil. Propõe o aumento progressivo do número de creches para diminuir o déficit até o ponto que, em 2024, seja 5% do total de alunos. O plano também indica a construção de núcleos habitacionais para a população de baixa renda em áreas que permitam a instalação de estabelecimentos comerciais e industriais ou em áreas em que esses estabelecimentos já existam, de modo que as famílias transferidas possam ter condições de vida melhores. Na Sanasa, a promessa é analisar o orçamento para diminuir os gastos e buscar novas formas de reduzir os preços dos serviços.
Acesse o plano completo
Wilson Matos (Patriota)
Patriota oficializa candidatura de Wilson Matos à Prefeitura de Campinas, SP
Reprodução/YouTube
Número de páginas: 30
Resumo: O documento começa com um resumo da trajetória do candidato para, em seguida, resumir a história da cidade e apresentar o panorama atual, de pandemia, a partir de uma pesquisa de sondagem realizada com empresários pelo Ciesp. Apresenta cinco “princípios que regem a campanha”: transparência; gerência; planejamento; empreendedorismo e eficiência. Na formulação das propostas, o primeiro setor é o da administração pública, em que o candidato promete reduzir o número de comissionados, descentralizar o atendimento à população, criar um aplicativo para a população monitorar os veículos de servidores públicos. Em educação, a proposta é criar o Programa Aluno Conectado, que dará benefício de R$ 100 para alunos cadastrados no Bolsa Família com a meta de ajudar no gasto de internet. Além disso, promete criar um sistema online para pais acompanharem o rendimento escolar dos filhos via internet, implantar e reformar bibliotecas e oferecer merenda escolar com duas alimentações. Na saúde, criação de sistemas únicos de prontuários digitais de pacientes e de agendamento de consultas e exames pela internet, contratar médicos especialistas, entregar remédio em casa para idosos e pessoas com dificuldade de locomoção. Outra proposta apresentada pelo candidato é igualar os preços do serviço entre aplicativos de transporte e táxi. Também pretende “retomar negociações” para viabilizar um trem que ligaria Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro.
Acesse o plano completo
Funciona Assim: assista vídeos sobre eleições
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”