Encontro de campeões: JEC/Krona precisa bater o Pato para avançar na Liga Nacional

Os dois últimos campeões da Liga Nacional disputam, a partir deste sábado (21), uma vaga nas semifinais da competição nacional. Campeão em 2017, o Tricolor encara o Pato, atual bicampeão e que precisou de uma virada nas oitavas para avançar. A bola rola às 21h30, em Pato Branco.

JEC/Krona encara o atual bicampeão da Liga Nacional  – Foto: JEC Futsal Krona/divulgação

Para o goleiro Willian, a principal força e característica da equipe paranaense vem do banco. “É o atual bicampeão da Liga, não dá para esperar jogo fácil. Eles têm uma característica que vem do técnico deles, que é incendiar o jogo, é saber motivar os jogadores. Eu acho que essa é a grande arma deles, essa vontade, essa inspiração que o técnico deles passa para todos os jogadores. O importante é saber sofrer, jogar bola que é o que o nosso time faz de melhor, lidar com o jogo de pressão e tentar sair com a vitória. É o que vamos buscar a todo momento”, fala.

Equilíbrio deve marcar o confronto. Enquanto o Pato tem quatro vitórias, um empate e uma derrota como mandante, o JEC/Krona tem, também, quatro vitórias como visitante e apenas uma derrota.

O técnico Daniel Jr. sabe das dificuldades de enfrentar uma equipe que sabe colocar fogo no jogo e que não se deixa abater pelo resultado adverso. Nas oitavas, a equipe paranaense reverteu a derrota que sofreu na primeira partida, levou o jogo para a prorrogação e conquistou a vaga. Apesar disso, o comandante sabe da qualidade do elenco que tem nas mão e da importância de vencer fora de casa.

“Vamos enfrentar o bicampeão nacional, então sabemos da dificuldade que é jogar aqui em Pato Branco, mas a nossa proposta é ganhar e fazer com que o nosso jogo de volta seja um pouco menos difícil. Estamos motivados, treinados e com tudo bem pronto para fazer um grande jogo. Nossa expectativa é a vitória, mesmo sabendo que será difícil, mas sair daqui com os três pontos nos fortalece para o jogo da volta”, destaca.

Com apenas uma derrota em toda a competição, o Tricolor tem a melhor defesa entre todas as equipes. Apenas 17 gols passaram pelo goleiro Willian, já o Pato sofreu 34 gols na Liga. Quando o assunto é ataque, os donos casa foram ligeiramente mais efetivos, com uma média de 3,4 gols por partida enquanto o Joinville tem 2,9 gols de média, com Dieguinho puxando a fila da artilharia com oito gols.

Para o jogo deste sábado, força “quase” total. O pivô Arthur deve desfalcar a equipe nos próximos meses. Ele sofreu lesão total do ligamento cruzado anterior do joelho direito e passará por cirurgia.

Relacionados para a partida

Goleiro: Willian e Dennis

Fixos: Leco, Machado e Andrei

Alas: Caio, Igor Carioca, Rodriguinho, Crystian, Xuxa e Renatinho

Pivôs: Dieguinho, Genaro e Igor Costa

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.