Esposa de funcionário público morto a facadas em casa é presa


Flávio Vicentini, de 44 anos, foi atingido por cerca de 10 golpes de faca em várias partes do corpo, em Itatiba. Outro homem também foi preso. Delegacia de Investigações Gerais de Jundiaí
Reprodução/TV TEM
A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira (29) a esposa do funcionário público Flávio Augusto Vicentini, de 44 anos, que foi assassinado em casa, em Itatiba (SP). Ele foi encontrado esfaqueado, na madrugada de 7 de setembro. Outro homem também foi detido.
Christiane Garcia Vicentini e Wellington José de Souza tiveram as prisões temporárias de 30 dias decretadas pela Justiça e os mandados foram cumpridos pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí. A defesa dos dois não foi localizada.
Segundo a polícia, na época, o imóvel estava aberto e não tinha sinais de arrombamento. Christiane estava em casa no momento do crime e havia contado que se trancou no quarto quando ouviu que tinha alguém dentro da residência e chamou a polícia.
Quando os policiais chegaram, o funcionário público estava caído na sala. Segundo os socorristas, Flávio foi atingido por cerca de 10 golpes de faca em várias partes do corpo.
A prefeitura informou que Flávio era encarregado do Almoxarifado da Secretaria de Educação.
“Um funcionário muito dedicado e querido por todos. A Prefeitura de Itatiba lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com todos os familiares”, completou.
Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”