Esqueça X: cientistas criam mapa 3D que muda nossa visão de cromossomos

Cientistas da Universidade Harvard, EUA, desenvolveram uma imagem tridimensional de alta resolução da cromatina, a substância base dos cromossomos. E o resultado é muito diferente de como estamos acostumados a imaginar essa estrutura. Este mapa 3D de parte do nosso genoma vai permitir os pesquisadores analisarem como a estrutura muda ao longo do tempo e como isso afeta a divisão e replicação celular. O estudo foi publicado na revista científica Cell.

Muitos estudantes descrevem o cromossomo como uma estrutura longa e estreita, como duas salsichas entrelaçadas em forma de X, mas essa imagem não corresponde à realidade “em 90% do tempo […] os cromossomos [normalmente] não existem assim”, diz Jun-Han Su, autor principal do estudo, citado pelo portal Phys.org.

Cromossomos não são como você pensa. Agora temos uma imagem 3D da coisa real

Para criar esse inovador mapa 3D, os cientistas de Harvard capturaram e combinaram várias imagens de cromossomos humanos, focando nos pontos conectados ao longo de cada cadeia de DNA. Ao conectar diversos pontos, os pesquisadores conseguiram formar uma imagem completa da estrutura da cromatina e sua correlação com as funções do DNA.

Cromossomos não têm a aparência que você pensa. Agora temos uma imagem 3D da coisa real

“Determinar a organização em 3D é muito importante […] para entender os mecanismos moleculares subjacentes à organização, e também para entender como essa organização regula a função do genoma”, comenta o coautor Xiaowei Zhuang.

A partir da análise dos novos mapas, os cientistas descobriram que o ambiente da cromatina afeta a atividade de transcrição genética, já que a estrutura influencia a função. A equipe também percebeu que não há dois cromossomos iguais, mesmo em células que são idênticas. Todavia, descobrir a aparência de cada cromossomo em cada célula do corpo humano exigirá muito mais trabalho.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.