Estadual: SC registra pior índice de isolamento social desde março

Segundo levantamento realizado pela empresa In Loco, que monitora a movimentação de smartphones, Santa Catarina registrou um índice de isolamento social de 31,3% na última sexta-feira (25). Esta é a menor taxa de isolamento desde o dia 13 de março, quando o Estado tinha apenas dois casos confirmados de Covid-19.

O resultado também foi o terceiro pior do Brasil, ficando a frente apenas de Goiás (31%) e Tocantins (29,9%). No país, a média de isolamento social na sexta foi de 33,1%. No sábado (26), Santa Catarina teve o quinto pior isolamento, com 35,4%, enquanto a média nacional ficou em 36,6%.

Já no domingo (27), a situação melhorou no Estado. Com um clima instável na maior parte de Santa Catarina, o índice de isolamento chegou em 45,5%. O resultado foi o terceiro melhor do país, ficando atrás apenas do Rio Grande do Sul (52,2%) e do Acre (46,7%).

O isolamento social é um dos indicadores utilizados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) para definir a avaliação de risco de propagação da Covid. Segundo o último boletim, divulgado na quinta-feira (24), 13 das 16 regionais de saúde tiveram a pior avaliação possível no critério de isolamento social. Apenas Alto Uruguai, Oeste e Extremo-Oeste ficaram de fora da lista.

A atualização dos mapas de risco combinam igualmente quatro indicadores – isolamento, testagem, reorganização de fluxos assistenciais, e ampliação de leitos de UTI. O baixo índice de isolamento dificulta que as regiões alcancem a classificação moderada (azul) e impede novas liberações.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”