EUA aplicam sanção contra SMIC que corta fornecimento e impede exportação de chips

Seguindo o exemplo de outras chinesas, a SMIC também deixou de fornecer processadores e outros componentes para a Huawei. A intenção da fabricante era se livrar de uma possível pressão de Washington por “furar” as sanções comerciais aplicadas pelo governo Trump.

Contudo, a Bloomberg revelou nesta semana que a Casa Branca editou novas sanções que miram justamente a SMIC. De acordo com fontes que possuem acesso ao Departamento de Comércio dos EUA, a intenção do governo Trump é atingir em cheio a indústria de semicondutores da China.

Apesar do documento ainda não ter sido publicado, o Departamento de Comércio cita como justificativa para a sanção um suposto “risco inaceitável” que a SMIC representa aos Estados Unidos. Isso porque o governo Trump acredita que os chips da chinesa podem ser usados em mísseis e outros equipamentos militares que abastecem o exército popular da China.

Clique aqui para ler mais

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”