Fala Candidato – Evandra Ventura | PDT | Balneário Camboriú

Nome: Evandra Augusto Ventura

Cidade: Balneário Camboriú
Há quanto tempo você mora na sua cidade? 30 anos
Já foi vereador(a) alguma vez? Não
Você já ocupou cargo comissionado no executivo ou na Câmara Municipal? Se sim, que ano? sim, em 1997 ate´2004 e em novembro de 2019 ate agosto de 2020
Em quantos partidos você já foi filiado? 3 ou mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

01 – Quais as principais bandeiras da sua campanha?
O termo bandeira, geralmente, presume lutas com as quais nos
identificamos. Pois bem, como minha formação é na área da educação,
sempre tracei como luta a promoção da educação e a valorização dos
professores. Paralelamente, atuando em diversos setores do poder
público, adotei uma outra pauta na qual brigo até o fim, que é a
Assistência Social. Acredito que uma cidadania efetiva se inicia com
Educação de qualidade e Assistência Social efetiva, pois é onde se
atende todas as camadas da sociedade e se consolida os direitos
sociais.

02 – Temos hoje na Câmara Municipal 19 cadeiras (BC) e 15 cadeiras (Camboriú). Sobre este número, você acha que:
Tem que diminuir

03 – Você acredita que a rotatividade de nomes no parlamento é importante para a democratização de ideias?
Certamente! Compreendo que pela pluralidade de pensamentos,
conceitos e culturas existentes no Brasil é necessário que o poder
legislativo seja reinventado e reoxigenado. A rotatividade é tão
fundamental para a consolidação da democracia, pois possibilita que
novos ideais, novos atores sociais e novas experiências construam um
futuro diferente, de acordo com a dinâmica da realidade social. Vivemos
em uma sociedade dinâmica que precisa ser representada por pessoas
que acompanhem essa mudança tão célere, portanto, eu tenho como
proposta central apenas um mandato como vereadora, uma vez que
compreendo que essa rotatividade se faz necessária e alicerça a
democracia plural de ideias.

04 – A figura política, de um modo geral, está em descrédito com a população. Como você pretender, dentro do seu mandato, mudar essa realidade?
De modo preliminar, é fundamental o destaque de que as figuras
políticas estão descredibilizadas em detrimento da distância que estas
estabelecem entre si e a comunidade em geral. As figuras políticas se
projetam no cenário social como “autoridades” e não como servidores
dos cidadãos. De modo totalmente contrário, eu Evandra Ventura, pretendo quebrar esse pensamento e cultura do afastamento, irei estar
presente e acompanhando as pessoas nos bairros, me farei presente,
irei ouvir mais a comunidade, não irei sumir e voltar depois de 4 anos
para lograr o voto. Acredito que o caminho da confiança se inicia com a
aproximação, ouvindo, acompanhando e estando constantemente
presente na comunidade.

05 – A participação da população no dia a dia do legislativo é baixa. Vemos isso na pequena quantidade de pessoas que acompanham as sessões plenárias das Câmaras tanto presencialmente quanto pela internet. A que você atribui esse desinteresse da população e como pretende mudar isso?
Compreendo que o desinteresse da população em participar do
cotidiano do legislativo se estabelece por conta do próprio descrédito do
poder legislativo representado pelos legisladores, como trazer as
pessoas à Câmara Legislativa se os legisladores não vão até as
pessoas, não vão às ruas, às casas, não acompanham a realidade
social e as mudanças específicas em cada localidade? Para enfrentar
essa triste realidade compreendo necessário, em primeiro lugar, que a
comunidade se sinta representada, com propostas efetivas e a
aproximação com o legislativo. Desta feita, tenho mente a constituição
de uma espécie de “Conferência Municipal” por regiões, essas
conferências serão a ida dos vereadores aos bairros para que
conversem com a comunidade, para que esta faça as suas perguntas e
aponte as necessidades, com isso as pessoas irão se interessar mais
pela política, pois se sentirão representadas, ouvidas e compreendidas.
É uma possibilidade para aproximar a comunidade do poder legislativo,
afinal, se legisla para as pessoas.

06 – Qual a sua opinião sobre vereadores com mandato ativo assumirem secretarias no executivo municipal ou concorrerem a mandatos eletivos como deputado(a)?
Sou, extremamente contra essa conduta, entendo que tal atitude reflete
a intenção sórdida de fazer da política uma profissão para
enriquecimento e poder pessoal, tal comportamento demonstra o
descompromisso desses agentes com o seu eleitorado, pois quem
votou nesse cidadão o elegeu para lhe representar no poder legislativo
e não para transitar pelos órgãos públicos a fim de construir uma
carreira de enriquecimento e cumprimento de favores. Agora se não
estiverem com o mandato ativo, não vejo impedimento, pois é uma
oportunidade de atuação.

07 – Qual sua opinião sobre as chamadas “Moções” que são concedidas pelo legislativo municipal?
Pois bem, moção é a proposição pela qual o Vereador expressa seu
regozijo, congratulação, louvor ou pesar. Eu compreendo que muita das
vezes são utilizadas com interesses sórdidos e particulares, mas essa
não é a sua função. Quando as moções são empregadas com
compromisso e responsabilidade são um instrumento de grande
importância. Cito um exemplo no ano de 2019 a inércia da parte de
muitos vereadores de Balneário Camboriú no encaminhamento de uma
MOÇÃO DE APELO aos Deputados Federais e Senadores do Estado
de Santa Catarina, bem como aos líderes de cada bancada e
Presidentes da Câmara e Senado Federal, para que votassem Contra
a Proposta de Emenda à Constituição – PEC 06/2019, que modificou o
sistema de previdência social e estabeleceu regras de transição.
Compreendo que se essa moção fosse efetuada por muitas câmaras
legislativas do Brasil, surtiria um efeito importante. Então, compreendo
que as moções têm fundamental impacto.

08 – Na sua opinião, quais as principais características de um bom vereador(a)?
Preliminarmente, é necessário destacar as funções de um vereador, eu
sempre faço questão de esclarecer que as duas principais funções de
um vereador são: A LEGISLATIVA, na criação das leis que vão modificar a vida das pessoas. A segunda função de um vereador é a
FISCALIZADORA, onde se atua no acompanhamento e execução das
políticas públicas, verificando se o trabalho do poder executivo está
alinhado com os princípios constitucionais. Analisando as funções do
legislador, compreendo que as principais características de um bom
vereador são: (a) Capacidade de elaborar projetos que reflitam a real
necessidade das pessoas locais; (b) Coragem de fiscalizar a atuação
do poder executivo, sem medo; (c) Sensibilidade de estar nas ruas, nas
casas e próximo das pessoas e menos em seu gabinete.

09 – Você acha que o vereador(a) da base do governo municipal tem o direito de indicar cargos na prefeitura?
Em primeira análise, há o dever de esclarecer que os cargos no poder
executivo têm a finalidade de atender as demandas sociais da
população, por esse motivo, as pessoas indicadas devem ser técnicas
e peritas nas funções que irão desempenhar para atender o bem
comum e o interesse da coletividade. Nessa senda, compreendo que
muitos vereadores da base se utilizam desta prerrogativa para efetuar
tráfico de influência, desvio de finalidade e abuso de poder. Portanto,
entendo que como umas das funções do vereador é fiscalizar a atuação
do poder executivo, pergunto, como se pode fiscalizar alguém que o
próprio vereador indicou? Nesse caso, certamente, os interesses
pessoais estarão acima dos interesses coletivos. Contudo, não
compactuo com essa prerrogativa de indicação, pois corrompe a lógica
da função fiscalizadora do legislativo.

10 – Explique para o eleitor: O que faz de você uma boa opção para o Legislativo Municipal?
Acredito que o dever basilar do vereador é representar as pessoas, os
interesses coletivos e cuidar das necessidades sociais. Eu sou uma
opção correta para Balneário Camboriú, pois tenho conhecimento,
vivência, profissionalismo, ética, honestidade, sou ficha limpa, e o mais
importante, tenho propostas de verdade para Balneário Camboriú.
Desenvolvi um plano de mandato e nele lancei as minhas experiências,
observando a realidade municipal de cada localidade e os anseios das
pessoas. Sou a vereadora das pessoas, estou nas ruas, estou nas
casas, não tenho medo de fiscalizar, não estou presa com ninguém e
não devo favores a políticos ou empresas. Por fim, sou a vereadora que
respeita a Constituição Federal, seus princípios, os direitos
fundamentais e sociais, sou a vereadora da valorização da Cidadania e
do respeito à Dignidade das pessoas.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.