Fiocruz quer saber como sergipanos lidam com o isolamento social


Questionário on-line está na fase final de divulgação. Estudo é considerado o maior já realizado no Brasil
Shutterstock/Arquivo
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) está aplicando a pesquisa PICCovid – ‘Uso de Práticas Integrativas e Complementares no contexto da Covid-19’e que ouvir os sergipanos para conhecer os hábitos de vida e cuidado à saúde durante a pandemia de Covid-19.
O estudo, considerado o maior já realizado no Brasil, sobre a temática está na fase final e a população pode participar respondendo ao questionário on-line sobre os impactos da pandemia em relação ao trabalho, renda, tarefas domésticas e cuidado à saúde, com ênfase no uso de Práticas Integrativas e Complementares (PICs).
São 40 perguntas que podem ser respondida por qualquer pessoa com mais de 18 anos e leva, em média, menos de 10 minutos para ser concluída.
A pesquisa é desenvolvida pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), em parceria com o Observatório Nacional de Saberes e Práticas Tradicionais, Integrativas e Complementares em Saúde (ObservaPICS) e o Centro Universitário Arthur Sá Earp Neto (UNIFASE).
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.