Florianópolis tem 21 candidatos por vaga à Câmara de Vereadores

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) recebeu 503 pedidos de candidatos a vereador em Florianópolis. Eles disputarão as 23 cadeiras do legislativo municipal nas eleições de 2020. Com isso, a capital terá uma relação de 21,8 candidatos por vaga.

O índice de candidatos por vaga é pouco menor do que o registrado em Joinville – onde há 28 candidatos por vaga. Na cidade mais populosa do Estado, 552 pessoas devem disputar um lugar entre as 19 cadeiras da Câmara.

Além disso, o dado de 2020 é maior do que o registrado em 2016 na Capital, eram 375 candidatos, ou seja, em 2020, houve um aumento de 34% nos interessados em ocupar o cargo na capital.

Sem a regra de coligação de partido nas eleições proporcionais – que elege os vereadores – oito partidos lançaram ao menos 30 candidatos à Câmara. O Podemos e o PSC foram os únicos que indicaram o máximo de nomes: 35.

Na sequência estão DEM e Republicanos, com 34 candidaturas. O PL é o 5º partido com mais candidaturas a vereador na capital: 33 no total, seguido por PSDB, com 32, Patriota e PSL, ambos com 30.

O partido de esquerda com mais candidatos a vereador em Florianópolis é o PCdoB que coloca 29 nomes à disposição do eleitorado para o cargo de vereador.

Na ponta de baixo, estão o PSTU e o Avante. Ambos os partidos apostam em somente um nome para tentar uma das 23 vagas na Câmara.

Veja quantos candidatos a vereador cada partido colocou na disputa em Florianópolis:

  • Podemos: 35
  • PSC: 35
  • DEM: 34
  • Republicanos: 34
  • PL: 33
  • PSDB: 32
  • Patriota: 30
  • PSL: 30
  • PCdoB: 29
  • Solidariedade: 26
  • PSOL: 24
  • PT: 23
  • PSD: 20
  • PP: 20
  • PDT: 18
  • Cidadania: 17
  • MDB: 15
  • PRTB: 13
  • Novo: 12
  • PSB: 8
  • PV: 8
  • PCB: 3
  • UP: 2
  • PSTU: 1
  • Avante: 1

Vereadores tentando a reeleição

Dos 23 vereadores que exercem o mandato atualmente, 19 tentam a reeleição. Destes, sete estão no mesmo partido onde se elegeram em 2016.

São eles: Afrânio Boppré (PSOL), Marquito (PSOL) Miltinho Barcelos (DEM); Roberto Katumi (PSD); Lela (PDT); Edson Lemos (PSDB) e João Luiz da Bega (PSC).

Outros 12 candidatos mudaram de sigla para disputar a reeleição para a Câmara Municipal. O DEM, partido que também filiou o atual prefeito Gean Loureiro, conseguiu atrair três parlamentares com mandato de outros partidos.

Dos 23 vereadores, 19 tentam a reeleição, 12 em novos partidos – Foto: Édio Hélio Ramos/CMF/Divulgação/ND

Republicanos, Podemos e PSDB atraíram dois vereadores com mandato para esta eleição.

O MDB foi quem mais perdeu nomes por conta dessas mudanças. Três vereadores deixaram o partido para disputar a eleição com outro número.

Abaixo, a relação de candidatos que trocaram o partido da disputa em 2016. A apuração também mostra em qual sigla os vereadores foram eleitos e em qual disputarão a eleição de 2020:

  • Claudinei Marques – 2016: PRB; 2020: Republicanos
  • Dalmo Meneses – 2016: PSD; 2020: DEM
  • Ed Pereira – 2016: PSB; 2020: PSDB
  • Dinho – 2016: PMDB; 2020: DEM
  • Maikon Costa – 2016: PSDB; 2020: PL
  • Marcelo da Intendência – 2016: PP; 2020: Republicanos
  • Maria da Graça – 2016: PMDB; 2020: DEM
  • Rafael Daux – 2016: PMDB; 2020: PP
  • Renato Geske – 2016: PSOL; 2020: PSDB
  • Erádio – 2016: PSD; 2020: Podemos
  • Fábio Braga – 2016: PTB; 2020: PSD
  • Gabrielzinho – 2016: PSB; 2020: Podemos

Vereadores que não tentam reeleição em Florianópolis

Somente três vereadores não tentam a reeleição na Capital. Lino Peres (PT) é o candidato a vice na chapa de esquerda encabeçada por Elson Pereira (PSOL).

O vereador mais votado nas eleições de 2016 e também recordista de votos na capital, com 11.197 votos, Pedro de Assis Silvestre (PL), é o único que tentará migrar da Câmara Municipal para o Executivo. Ele é candidato a prefeito em coligação do PL com o Cidadania.

Celso Sandrini (MDB) é o único vereador que não tentará a reeleição e não disputará cargo eletivo nas eleições de 2020.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”