Giovanna Lancellotti vai às lágrimas ao se despedir da família

Por conta da pandemia do novo coronavírus, Giovanna Lancellotti passou seis meses no interior de São Paulo, ao lado da família.

Neste domingo (27), foi dia de se despedir dos familiares para voltar ao Rio de Janeiro. Em sua conta no Twitter, a atriz compartilhou uma foto em que aparece chorando.

“Essa sou eu ao me separar da minha família depois de seis meses juntos. Como é difícil desapegar”, escreveu ela.

Em seguida, a artista comentou que a sensação era a de estar saindo de casa pela primeira vez.

“Cara, chorando muito. Parece que nunca morei sozinha e estou saindo pela primeira vez! Família é tudo, minha gente”.

Giovanna Lancellotti se desespera ao ver incêndio

Recentemente, Giovanna Lancellotti mostrou em seu Instagram Stories um incêndio que está acontecendo há três dias perto de sua casa em São João da Boa Vista, São Paulo.

“Olha que tristeza esse fogo! Já faz três dias que está assim, só aumenta. Já liguei para os bombeiros, eles não têm acesso a essa área. Estou com muita dó, não sei o que fazer”, disse ela.

Giovanna Lancellotti estrela comédia romântica na Netflix

De acordo com a atriz, os bombeiros não podem entrar naquela área por ser uma propriedade particular.

“Eu já liguei para os bombeiros de São João da Boa Vista duas vezes. Eles não conseguem acesso ou eles precisam entrar na propriedade vizinha “, afirmou.

Pouco depois, Giovanna afirmou que os bombeiros estavam no local, mas as chamas continuavam aumentando.

Giovanna Lancellotti faz topless em selfie e ganha elogios

Giovanna Lancellotti relembra assédio sofrido aos 14 anos

Recentemente, Giovanna Lancellotti participou de uma live da Vogue Brasil e relembrou o triste episódio de quando foi assediada aos 14 anos durante uma viagem de ônibus.

“Estava em um ônibus a caminho de Ribeirão Preto (SP), onde meu pai mora, quando um cara sentou ao meu lado e começou a se masturbar”, disse ela.

Giovanna Lancellotti e Fernanda Paes Leme dançam com Titi em festa

Na ocasião, a atriz ligou para a mãe.

“Fiquei muito nervosa e liguei para minha mãe disfarçadamente. Ela me disse para olhar e ter certeza do que o homem estava fazendo. Eu confirmei. Aí ela me mandou sentar no banco de trás”, contou.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”