Governo admite prorrogar, mais uma vez, programa que permite redução de jornada e salário

Secretário de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou que medida pode ser estendida ‘se há uma demanda’. Programa está em vigor desde abril para mitigar efeitos da pandemia. O secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, declarou nesta quarta-feira (30) que o governo pode estender, mais uma vez, a duração do programa que autoriza empresas a reduzirem, ou até suspenderem, a jornada e o salário dos funcionários.
“Se há uma demanda, não há porque não se fazer a prorrogação. Programa bem feito, que evita demissão, traz renda ao trabalhador, garante o emprego”, declarou Bianco.
O programa foi instituído em abril e, após duas prorrogações, tem validade garantida até meados de outubro. Se for estendido novamente, o fim do prazo para a redução proporcional de salários e jornada deve coincidir com o encerramento do estado de calamidade pública, em 31 de dezembro.
Redução de jornada e salário: veja perguntas e respostas
O programa foi criado em razão da pandemia do novo coronavírus e prevê que o governo recomponha parte da renda dos funcionários por meio de um auxílio financeiro.
O valor da recomposição corresponde a uma porcentagem do que o empregado receberia de seguro-desemprego e é depositado diretamente na conta do trabalhador.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”