Governo anuncia reabertura de museus em Palmas e visitas serão com agendamento


O Memorial Coluna Prestes e o Palacinho já reabrem as portas nesta sexta-feira (16). Memorial Coluna Prestes, na Praça dos Girassóis, em Palmas
Emerson Silva / Governo do Tocantins
O Governo do Tocantins anunciou para esta sexta-feira (16) a reabertura dos museus em Palmas. O Memorial Coluna Prestes, na Praça dos Girassóis e o Museu Histórico do Tocantins, conhecido como Palacinho, terão agendamento de visitações por telefone e alguns protocolos de segurança adicionais. Estes são os dois únicos museus da capital.
A Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), que é responsável por administrar os museus, informou que está seguindo uma cartilha divulgada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).
O público poderá ir aos locais de terça-feira a sábado, das 8h às 17h, e aos domingos das 9h às 16h. Os agendamentos serão pelo telefone (63) 3218-1669, para grupos de no máximo dez pessoas.
Haverá álcool em gel 70% e aferição da temperatura nas entradas; será obrigatório uso de máscara e distanciamento físico. As portas e janelas vão ficar abertas para que os ambientes fiquem ventilados.
Museu Palacinho, em Palmas. Prédio foi o primeiro a ser construído na cidade
Adilvan Nogueira / Governo do Tocantins
O presidente da Adetuc, Tom Lyra, informou que os museus estão fechados desde o dia 16 de março, mas que neste período foram mantidos trabalhos de limpeza e manutenção e por isso os locais estão preparados para o retorno.
O Palacinho foi o primeiro prédio construído em Palmas. Ele foi sede provisória do Poder Executivo do Governo do Tocantins até a inauguração do Palácio Araguaia. A estrutura é feita em madeira de jatobá e tem uma vista do centro da cidade por estar localizado em uma colina. . Os visitantes podem conhecer as salas originais do Gabinete do Governador e outros órgãos administrativos. Há, ainda o salão de exposições, dois anexos, uma sala multiuso e a sala de leitura, além da Capela Santa Rita de Cássia.
Já o Memorial Coluna Prestes traz a assinatura de Oscar Niemeyer. A obra em concreto é marcada pelas curvas sinuosas características do trabalho do arquiteto. O museu homenageia a Coluna Prestes e a sua passagem pelo território tocantinense entre os anos de 1920 e 1930. O acervo inclui fotografias, documentos e objetos pessoais.
Do lado de fora do prédio também podem ser visitados a escultura em bronze “Cavaleiro da Luz”, criada pelo artista plástico Maurício Bentes para representar Luiz Carlos Prestes, e o Monumento aos Dezoito do Forte de Copacabana.
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”