Governo autoriza acionar térmicas e importar energia para preservar nível de hidrelétricas

Energia dessas fontes deve ser alocado para poupar reservatórios da região Sul. Geração das térmicas é mais cara; altas temperaturas e retomada da economia devem elevar consumo. O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) decidiu nesta sexta-feira (16) autorizar o acionamento de usinas termelétricas – mais caras – para preservar os reservatórios das usinas hidrelétricas.
O comitê também autorizou a importação de energia elétrica da Argentina e do Uruguai. A decisão foi tomada em uma reunião extraordinária.
Em setembro, reservatórios do Centro-Oeste, Sudeste e Sul já estavam mais vazios do que deveriam
Segundo o governo, a maior preocupação é com os reservatórios da região Sul, que podem chegar ao verão sob uma demanda maior e com nível de abastecimento abaixo do esperado.
Em nota, o CMSE informou que “especificamente para o Sul foi destacada a importância de se reduzir a geração hidráulica das bacias desse subsistema”.
O comitê afirma que, para os próximos dias, a previsão é de chuvas irregulares em bacias da região Sudeste, sem o imediato aumento no nível dos reservatórios. A nota destaca ainda que as altas temperaturas nas regiões Sudeste e Centro-Oeste e o retorno gradual das atividades econômicas têm contribuído para elevar o consumo de energia elétrica.
A expectativa do CMSE é que, ao final do mês de outubro, sejam atingidos armazenamentos de 23,2%, 19,8%, 52,4% e 32,5% para os reservatórios dos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte, respectivamente – “resultando, portanto, na continuidade da degradação dos atuais volumes armazenados”.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”