Governo de SC notifica hospitais por desativação de leitos de UTI exclusivos para Covid-19


MPSC dá prazo de 48 horas para governo transferir pacientes com Covid-19 que estão internados na UTI do Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. Leitos exclusivos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes diagnosticados com o novo coronavírus
Ascom/ Divulgação
O governo de Santa Catarina anunciou na manhã desta sexta-feira (20) que notificou hospitais de por conta da desativação de 232 leitos exclusivos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes diagnosticados com o novo coronavírus.
Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), um levantamento feito pelo Executivo mostrou que o déficit chega a 17,4% no número de unidades no Estado.
O comunicado ocorreu após a Justiça determinar o prazo de 48 horas para que o governo fala o remanejamento de pacientes do Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. Na tarde de quinta-feira (19), a unidade de saúde chegou a 100% de lotação. O pedido foi feito pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).
Na Foz do Rio Itajaí, região que integra a cidade de Balneário Camboriú, o Estado afirma que há déficit de 11,8%. O número corresponde a 16 leitos.
Maior hospital de Balneário Camboriú está com todos leitos de UTI ocupados
Nesta manhã, o governo afirmou que não sabe o motivo da desativação dos leitos, já que o funcionamento foi garantido há cerca de duas semanas por meio das portarias número 1666 e 774.
Em nota, a SES garantiu que as unidades de saúde estão recebendo os recursos do teto máximo da Política Hospitalar Catarinense. Outros recursos do governo federal somam R$ 72,4 milhões, afirmou a pasta.
Segundo o boletim sobre os casos de Covid-19, publicado na noite de quinta, a taxa de ocupação de leitos de UTIs na rede pública é de 78,43%. Apenas leitos ativos são incluídos na conta SES.
Taxa de ocupação de leitos de UTI da rede pública por região catarinense
Reprodução/SES Leitos
Veja as notícias do Bom Dia Santa Catarina
Veja as últimas notícias do estado no G1 SC
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.