Governo de SP quer criar 2 milhões de empregos em 4 anos com plano de recuperação pós-Covid


Governo avalia que retomada econômica já está em curso no estado e estima investimentos de R$ 36 bilhões para a criação de 2 milhões de postos de trabalho. Governador João Doria (PSDB) durante coletiva nesta sexta-feira (16)
Reprodução/TV Globo
O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (16) um plano de retomada para a economia se recuperar dos efeitos da Covid-19 nos anos de 2021 e 2022. A estimativa é que o plano envolva investimentos de R$ 36 bilhões e promova a criação de 2 milhões de postos de trabalho.
O governo avalia que a retomada econômica já está em curso no estado. Isto porque, segundo a gestão, o Produto Interno Bruto (PIB) mensal de São Paulo já voltou aos níveis pré-pandemia.
Em coletiva de imprensa, o governador João Doria (PSDB) apresentou um vídeo em inglês sobre os atrativos econômicos do estado de São Paulo, destinado a investidores estrangeiros, e anunciou que vai começar uma série de roadshows (apresentações) em países da Europa, América do Norte, Ásia e Oriente Médio para atrair investimentos externos.
De acordo com o secretário da Fazenda, Henrique Meirelles (MDB), o plano seguirá seis eixos:
Infraestrutura, que oferecerá oportunidades de investimento;
Dinamismo setorial que engloba a potencialidade de retorno desses investimentos;
Ambiente de negócios para facilitar a produção;
Desenvolvimento sustentável com respeito ao meio ambiente;
Redução das desigualdades por meio da geração e empregos;
Internacionalização.
Ainda segundo o governo do estado, os R$ 36 bilhões em investimentos serão divididos em diferentes setores como transporte, rodovias, segurança, lazer, educação e parques. Ao todo, são 19 projetos. Dentro dessas atividades econômicas, a gestão Doria destacou os seguintes projetos:
Trem intercidades para conectar São Paulo a Campinas;
Concessão das linhas 8 e 9 da CPTM;
Renovação de contratos de concessões rodoviárias (Triângulo do sol, Renovias e Viaoeste);
Concessão de 22 aeroportos regionais;
Concessões e parcerias com outros setores para o complexo do Parque do Ibirapuera, o Zoológico de São Paulo e o Jardim Botânico.
Polos de desenvolvimento econômico divulgados pelo governo de São Paulo nesta sexta-feira (16).
Divulgação/Governo do estado de São Paulo
VÍDEOS sobre São Paulo e região metropolitana
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.