Governo de SP vai oferecer 750 mil chips para alunos e professores da rede estadual

O governo do Estado de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (14), que vai distribuir 750 mil chips de celular com internet gratuita para os alunos e professores da rede estadual de ensino. Serão 500 mil estudantes dos 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio beneficiados e 250 mil professores da rede pública. Para receber, o aluno deve estar cadastrado no CadÚnico. O investimento foi de R$ 75 milhões para a aquisição dos chips, que vão começar a ser entregues no início de novembro. Serão disponibilizados 3GB de internet por mês aos alunos e 5GB por mês para os servidores, além de ligações e mensagens.

O governador do Estado, João Doria, lembrou que em abril foi criado o Centro de Mídias para facilitar o EAD durante a pandemia e no fim de setembro anunciou um subsídio para os professores adquirirem 161 mil computadores para dar aula. Ele aproveitou o anúncio para reforçar que a testagem para Covid-19 com 19 mil alunos e servidores da rede estadual começa na próxima quinta-feira (15) em todas as regiões do Estado — serão 20 municípios escolhidos. O governador também determinou a próxima sexta-feira (16) como ponto facultativo em celebração ao Dia dos Professores, comemorado na quinta (15). O recesso vale também aos servidores da Etec e Fatec, do Centro Paula Souza.

O Estado de São Paulo tem, nesta quarta, 1.045.060 casos confirmados da Covid-19 e 37.541 óbitos. A taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 42,2% no Estado e 41,6% na Grande São Paulo. Entre os internados, 3.437 estão em UTI e 4.389 estão em enfermaria — entre casos confirmados e suspeitos. De acordo com o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, São Paulo teve queda de 23% nos casos, 20% nos óbitos e 4% nas internações. Ainda segundo ele, os números estão abaixo das projeções feitas para a primeira quinzena de outubro.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”