Governo do AP mantém por mais 15 dias suspensão das aulas escolares presenciais


Com o novo prazo, o estado vai superar os 200 dias de escolas fechadas em função das restrições contra o novo coronavírus. Decreto alertou para alta na classificação de risco do estado para propagação da doença
RPC/Reprodução
Em publicação nas redes sociais na noite desta segunda-feira (28), o governador Waldez Góes (PDT) assinou novo decreto de retomada das atividades econômicas e sociais no Amapá, válido até 13 de outubro.
Entre as principais definições, estão a continuidade da suspensão das aulas presenciais nas escolas, além da proibição de eventos com “aglomeração excessiva de pessoas”.
AO VIVO: veja as últimas notícias sobre o coronavírus no Amapá
MÉDIA MÓVEL: veja em que estados as mortes estão subindo, em estabilidade ou em queda
MAPA DO CORONAVÍRUS: confira a situação de cada município
O governo diz ainda que seguem suspensas atividades como: cinemas, boates, centros culturais e circos, camas elásticas e similares, parque de diversões, aluguel de brinquedos, agrupamento de pessoas e veículos em locais públicos.
Na publicação, Waldez detalhou que o estado voltou a apresentar risco moderado de proliferação da Covid-19, o que exige a tomada de medidas restritivas.
“Considerando os dados do relatório epidemiológico das últimas semanas, acendemos um alerta para a classificação final da avaliação de riscos, que obteve a pontuação 11, o que representa risco moderado, na cor laranja”, declarou o governador nas redes sociais.
Initial plugin text
Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá
ASSISTA abaixo o que foi destaque no AP:
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”