Governo estuda realocar até R$ 5 bi da Saúde e do MEC para a Infraestrutura

O secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, afirmou hoje para a CNN que o governo federal estuda retirar R$ 5 bilhões dos Ministérios da Saúde e da Educação para apostar em novas obras no Brasil.

“Vai contemplar valores para o Ministério da Infraestrutura. E teremos outras locações [que seriam beneficiadas com o dinheiro], ainda está sendo fechado. O valor é de até R$ 5 bilhões”, disse à rádio.

Segundo ele, todos os ministérios estão com seus gastos sendo avaliados, não apenas a Saúde e o MEC. Rodrigues ainda afirmou que o Executivo planeja um Projeto de Lei para que haja a aprovação do Congresso.

Outra possibilidade estudada pelo governo é de cancelar o censo demográfico do ano que vem para realocar os recursos.

Ontem, o jornal O Estado de S. Paulo apontou que o Ministério da Defesa poderá ter mais dinheiro do que o MEC em 2021. O governo rebateu a reportagem, o que ele considerou “inverídica e fantasiosa”.

Segundo informações do jornal, o Ministério da Economia estuda um projeto orçamentário para o ano que vem que destinaria R$ 108,56 bilhões para o Ministério da Defesa e R$ 102,9 bilhões para o MEC.

Já de acordo com o ministério, a Defesa não “terá acréscimo de 48,8% em relação ao orçamento deste ano e, também, não há qualquer indicação de que ‘terá mais dinheiro que a Educação em 2021”.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”