Grupo morto em perseguição policial na Praia do Futuro, em Fortaleza, se preparava para confronto com rivais, afirma Secretaria da Segurança


Populares da região informaram que os criminosos planejavam invadir uma comunidade em retaliação a outro crime ocorrido no Bairro Praia do Futuro. A polícia constatou que o carro utilizado era roubado e estava com a placa adulterada
VC Repórter/SVM
Os quatro homens mortos em uma perseguição policial na Praia do Futuro, em Fortaleza, eram integrantes de organização criminosa e se preparavam para um confronto com grupos rivais na noite desta terça-feira (29), quando foram interceptados pela polícia, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Ceará. Um quinto suspeito que estava no carro dos criminosos foi preso.
O grupo planejava invadir uma comunidade conhecida como Luxou, segundo informações de populares da região.
Durante a fuga, de acordo com a secretaria, os suspeitos atiraram no carro dos policiais, que ficou com marcas de tiros na lataria. Logo depois, os criminosos colidiram o veículo em que estavam e correram em direção a um matagal. Policiais que atenderam a ocorrência informaram que o veículo era roubado e estava com a placa adulterada.
Na troca de tiros, quatro suspeitos foram baleados, depois levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Praia do Futuro, mas não resistiram aos ferimentos. O quinto homem foi preso. Nenhum policial ficou ferido na ação.
Os policiais militares apreenderam três armas de fogos de calibre 38, com 13 cartuchos deflagrados e mais sete munições, e um veículo Pálio, roubado no dia 29 de setembro, com placas adulteradas.
O caso está sendo apurado pelo 15º Distrito Policial, no Bairro Cidade 2000, responsável pela região.
A mãe da criança ficou ferida com os disparos.
Rafaela Duarte/SVM
Morte de criança
Na mesma noite em que os quatro morreram, momentos depois, uma menina de quatro anos foi baleada e morta no Bairro Praia do Futuro. A comunidade aponta que o crime teria sido em retaliação ao caso dos mortos pela polícia. O G1 questionou a Secretaria da Segurança Pública e a Polícia Militar do Ceará sobre a informação, mas até a última atualização desta reportagem não teve retorno.
A criança e a mãe dela foram vítimas de tiros na Rua Oliveira Filho, em um local conhecido como Comunidade do Caroço. Suspeitos chegaram na rua em um veículo e efetuaram os disparos. A menina morreu no local.
A mãe da criança seria o alvo dos criminosos. A mulher foi baleada no braço e no ombro, segundo informações de moradores da região. Ela foi socorrida, mas não há informações sobre o seu estado de saúde.
O crime aconteceu no cruzamento da avenida Dioguinho com rua Paulo Mendes.
Rafaela Duarte/SVM
Retaliação por outros crimes
A invasão planejada pelo grupo criminoso interceptado pela polícia no carro roubado também seria em retaliação a outro crime ocorrido naquele bairro nesta segunda-feira (29). Essa informação foi repassada à reportagem por moradores da região, que preferiram não ser identificados, mas não foi confirmada pela polícia.
Uma mulher ainda não identificada foi assassinada no cruzamento da Avenida Dioguinho com Rua Paulo Mendes na noite de segunda (29). A vítima foi morta com vários tiros na cabeça.
Moradores do local também informaram que a vítima estava realizando assaltos pela região junto com um homem, em uma motocicleta. Segundo os moradores, foi durante um dos assaltos que a mulher foi morta. O autor dos disparos seria outro homem que chegou em outra motocicleta e atirou contra a mulher.
A polícia foi acionada e a encontrou já sem vida. Em buscas pelos suspeitos, tanto o do assassinato da mulher, quanto o suposto comparsa dela na prática de assaltos, os policiais localizaram a motocicleta utilizada nos crimes da dupla.
O veículo tinha registro de roubo e estava em uma casa na Rua Dolor Barreira, no Bairro Vicente Pinzón, vizinho ao Bairro Praia do Futuro. Um homem foi preso no local e os policiais encontraram um simulacro de arma de fogo, além de duas motos roubadas (uma delas seria o veículo que a dupla utilizava para assaltar).
Uma mulher que estava na residência também foi presa. A identidade de ambos não foi repassada pela polícia.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”