Homem é preso após tentar matar ex-companheira com golpes de chave de fenda, no DF


Crime ocorreu em centro clínico da Asa Sul; caso é investigado como tentativa de feminicídio. Vítima sofreu lesões graves no rosto e tórax, passou por cirurgia e recebeu alta. Homem tenta matar ex-companheira com golpes de chave de fenda em centro clínico da Asa Sul
A Polícia Civil prendeu, nesta quarta-feira (14), um homem de 41 anos suspeito de tentar matar a ex-companheira, de 35 anos, com golpes de chave de fenda (veja vídeo acima). O crime ocorreu na manhã do dia 4 de outubro, dentro de um centro clínico, no Setor Hospitalar Sul, em Brasília.
Ao G1, o delegado que investiga o caso, Marcelo Portela, da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), informou que o suspeito invadiu a clínica onde a ex-companheira trabalhava como auxiliar de serviço gerais. Com a ferramenta, o homem golpeou a vítima diversas vezes no rosto e no tórax e, em seguida, fugiu do local.
“Ele fugiu em um carro, mas se envolveu em um acidente na Octogonal. O suspeito abandonou o veículo e fugiu a pé. O veículo foi apreendido”, disse o delegado.
A vítima também sofreu estocadas na boca, nos dentes e no maxilar, além de ferimentos na cabeça. Ela foi internada no Hospital de Base, passou por cirurgia e recebeu alta. Entretanto, segundo o investigador, precisará passar por mais procedimentos cirúrgicos.
“Como ela manteve luta corporal com o suspeito, conseguiu diminuir a intensidade das agressões. A vítima ficou muito lesionada e teve muita sorte de sobreviver”, frisou.
Homem tenta matar ex-companheira com golpes de chave de fenda em centro clínico da Asa Sul, no DF
Reprodução
A reportagem teve acesso às câmeras de segurança do centro clínico onde a vítima trabalha. As imagens mostram o momento do ataque. O homem entrou no estabelecimento, deu diversos golpes na mulher e fugiu. Durante o crime, ninguém apareceu para ajudar a mulher.
O G1 optou por congelar o vídeo no momento em que a vítima é atingida, por se tratar de imagens fortes.
Tentativa de feminicídio
O suspeito se apresentou na delegacia na terça-feira (13), dois dias após o crime, porém, como não havia mandado de prisão em aberto, foi liberado. Apenas na quarta-feira, a Justiça decidiu decretar a prisão preventiva do agressor.
O homem foi preso no assentamento 26 de Setembro, em Taguatinga, na casa dos pais.
Aos investigadores, a vítima, que mora em Águas Lindas de Goiás, contou que o ex-companheiro não aceitava o término do namoro. O casal ficou junto por sete anos e estava separado há 10 meses. Eles não tem filhos.
Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”