Homem negro é espancado até a morte em supermercado do grupo Carrefour em Porto Alegre

Dois homens brancos foram presos por agredir e matar João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos. Homem morre após ser espancado na porta de supermercado em Porto Alegre
Um homem negro foi espancado e morto por dois homens brancos em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite desta quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra (nesta sexta, 20). João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi agredido em uma unidade do supermercado Carrefour.
Os dois suspeitos, um de 24 anos e outro de 30 anos, foram presos em flagrante. Um deles é policial militar e foi levado para um presídio militar. O outro é segurança da loja. Não está claro se o PM envolvido estaria trabalhando como segurança no Carrefour.
A Brigada Militar apurou que houve um desentendimento entre a vítima e uma funcionária do supermercado, que fica na Zona Norte da capital gaúcha.
Freitas foi levado para a entrada da loja e teria, segundo a Polícia Civil, iniciado a briga após dar um soco no PM. Na sequência, Freitas foi surrado.
Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) tentou reanimar o homem, mas ele morreu no local.
O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Porto Alegre.
O vídeo da agressão circula nas redes sociais desde o final da noite. A polícia vai analisar as imagens de câmeras de segurança do local.
O Carrefour informou que lamenta profundamente o caso e que iniciou rigorosa apuração interna e tomou providências para que os responsáveis sejam punidos legalmente.
Cão espancado
Um funcionário do Grupo Carrefour envenenou e espancou até a morte um cão em dezembro de 2018. O caso ocorreu na unidade de Osasco, na região metropolitana de São Paulo. O caso gerou revolta nas redes sociais.
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.