O Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) alegou que são inconstitucionais os decretos assinados pelo presidente Jair Bolsonaro para reduzir a fiscalização ambiental e o combate ao desmatamento da Floresta Amazônica.


Com Agências