Ibovespa recua com apreensão sobre cena fiscal no Brasil e economia dos EUA

A bolsa paulista começava a quinta-feira com fortes perdas e o Ibovespa abaixo de 100 mil pontos, refletindo preocupações de agentes financeiros sobre o ambiente fiscal no Brasil e a recuperação da economia norte-americana.

Às 10:19, o Ibovespa caía 1,42%, a 99.424,82 pontos.

Na véspera, o Senado derrubou o veto presidencial ao projeto sobre reajuste salarial a categorias do serviço público durante a pandemia de Covid-19, em votação que o ministro da Economia definiu como “péssimo sinal”.

A negativa presidencial ainda terá de passar por votação na Câmara dos Deputados prevista para esta quinta-feira.

No caso de a Câmara acompanhar a decisão dos senadores, “isso pode comprometer a economia de 130 bilhões de reais, que eram esperados pela equipe econômica”, destacou a equipe da CM Capital Markets.

No exterior, os futuros acionários norte-americanos recuavam com os pedidos semanais de auxílio-desemprego nos EUA voltando a superar 1 milhão, um dia após o Federal Reserve sinalizar que a maior economia do mundo terá um árdua recuperação.

A visão mais pessimista do Fed também pressionava os pregões na Europa e os preços do petróleo, que ainda tinha no radar visão mais cautelosa sobre a recuperação da demanda pela Opep+.

Da temporada de balanço brasileira, a empresa de educação Cogna divulga resultado após o fechamento do mercado.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”