Inflação do aluguel é de 7,11%, diz pesquisa da FGV

O Índice Geral de Preços–Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel em todo o país, subiu 1,36% na primeira prévia de junho. De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-M teve deflação (queda de preços) de 0,32% na primeira prévia de maio.

Com o resultado da primeira prévia de junho, o IGP-M acumula inflação de 4,19% no ano e de 7,11% em 12 meses.

A alta da taxa foi puxada pelos preços no atacado. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que tinha registrado deflação de 0,35% na prévia de maio, passou a ter inflação de 2,06% em junho.

Outro subíndice do IGP-M com alta da taxa foi o Índice Nacional de Custo da Construção, cuja inflação subiu de 0,18% na prévia de maio para 0,27% em junho.

O Índice de Preços ao Consumidor, subíndice do IGP-M que mede a variação do varejo, teve uma deflação menos intensa, ao passar de -0,46% na prévia de maio para -0,26% na prévia de junho.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

“As pessoas sempre escolherão uma história que as ajude a sobreviver e prosperar.”