Instituto Médico Legal registrou 10 mortes por descarga elétrica no Acre em 2020


Dados são de janeiro até esta quarta-feira (28) e foram repassados a pedido do G1. Dos casos, dois foram causados por raio. Nesse período, Samu atendeu 18 ocorrências relacionadas a choques elétricos. Instituto Médico Legal registrou 10 mortes por descarga elétrica no Acre em 2020
Iryá Rodrigues/G1
O Instituto Médico Legal registrou 10 mortes causadas por descarga elétrica no estado do Acre em 2020. Os dados são de janeiro até esta quarta-feira (28) e foram repassados a pedido do G1.
O Acre tem uma sede do IML em Rio Branco e outras duas em Sena Madureira e Cruzeiro do Sul. Casos de mortes violentas ou que precisem de laudo que ocorrem nos demais municípios acreanos, as vítimas são encaminhadas para a sede que estiver mais próxima.
Do total de casos registrados pelo IML este ano, oito foram vítimas de descarga elétrica propulsora, causada por aparelhos eletrônicos ou fiações elétricas. E dois dos casos foram de vítimas de fenômeno natural, raio.
Um levantamento feito pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) mostra que entre janeiro e outubro deste ano foram atendidas 18 ocorrências relacionadas a choque elétrico, sendo quatro em fevereiro, uma em março, três em abril, uma em junho, quatro em agosto, três em setembro e duas em outubro.
Os dados do Samu são gerais do total de atendimentos relacionados ao tema e não especificam se as vítimas foram a óbito.
No ano passado, entre janeiro e outubro foram 21 ocorrências de pacientes que receberam choque elétrico. Desse total, quatro foram em janeiro, duas nos meses de fevereiro, março e abril, quatro em maio, uma em junho e duas nos meses de agosto, setembro e outubro. Em todo o ano de 2019 foram 24 ocorrências atendidas pelo Samu.
Alguns dos casos
O adolescente Denilson Souza Santos, de 15 anos, morreu após ser atingido por um raio durante forte chuva na zona rural de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre. O acidente ocorreu por volta das 15h do dia 1 de janeiro, na Comunidade Santa Bárbara, na BR-307.
Santos estava dentro de casa no momento em que foi atingido pelo raio. Os familiares dele que também estavam no local chegaram a sentir o impacto do raio, mas não ficaram feridos. O Corpo de Bombeiros não foi acionado para atender a ocorrência.
No dia 9 de janeiro, Joaquim Pereira da Costa, de 70 anos, morreu eletrocutado ao manusear uma bomba d’água no km 62 da Rodovia Transacreana, zona rural de Rio Branco. O Corpo de Bombeiros informou na época que a vítima caiu dentro de um poço ao levar o choque e morreu.
O idoso fazia reparos na bomba quando pisou em cima de um fio que estava solto próximo ao poço. A mulher da vítima informou para os bombeiros que moradores retiraram Costa de dentro do poço.
O adolescente Willian Abraão Lira de Oliveira, de 16 anos, morreu eletrocutado no dia 4 de fevereiro, no seringal Boa Vista, zona rural de Xapuri, no interior do Acre, quando reunia os bois para levar de uma propriedade para outra.
Como ainda era madrugada, o jovem não viu um fio de alta tensão que estava caído e atingiu ele no pescoço e morreu no local. O cavalo que ele montava também morreu devido à descarga elétrica
O eletricista José Rosimar Neves dos Santos, de 42 anos, morreu vítima de uma descarga elétrica enquanto trabalhava em um poste no Bairro da Praia, no município de Tarauacá, no interior do Acre. O acidente ocorreu no dia 15 de abril. Durante a descarga elétrica, ele ficou preso ao poste pelo equipamento de segurança que usava e foi removido por uma equipe do Corpo de Bombeiros.
No dia 23 de abril, uma mulher de 27 anos, que não teve o nome divulgado, morreu após ser atingida por um raio. O acidente ocorreu no polo Benfica, zona rural de Rio Branco. A vítima estava lavando roupa quando foi atingida. Na época, os bombeiros informaram que, quando recebeu a descarga, a mulher chegou a caiu dentro da caixa d’água.
O caso mais recente foi do aposentado Luiz Lopes da Silva, de 72 anos, morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto mexia com fios soltos de uma bomba de água. O acidente ocorreu no último dia 21 de outubro, no bairro Manoel Gomes, em Senador Guiomard, no interior do Acre.
VÍDEOS: Bom Dia Acre desta quarta-feira, 28 de outubro
Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.