Itajaí tem novo decreto após aumento de casos de Covid-19

Itajaí divulgou novas medidas restritivas após o aumento de casos de Covid-19. A região da Foz do Rio Itajaí-Açu, em apenas uma semana retornou para o nível grave de contágio da doença. Com isso, o feriadão de Finados dos itajaienses e turistas que virão à cidade, será com menos liberações para lazer, após o novo decreto.

Itajaí tem novo decreto após aumento de casos de Covid-19 – Foto: Reprodução internet

Confira a lista com restrições e liberações:

Lazer

– Parques e praças sem controle de acesso de público: proibida a permanência de público, permitida apenas a prática de
esportes individuais.

– Parques naturais e urbanos com controle de acesso de público: permitidas as atividades físicas ao ar livre como caminhadas e trilhas.

– Parques aquáticos: número máximo de visitantes é 40% da capacidade do local.

– Museus: permitido o funcionamento de museus a céu aberto.

– Cinemas e teatros: funcionamento proibido.

– Shopping: acesso limitado a 70% de sua capacidade.

– Lojas de vestuário: seguem abertas, mas está proibida a prova de roupas. Já acessórios e bijuterias podem ser provados, se forem higienizados após o contato com os clientes. Calçados também estão liberados, com uso de filme plástico no sapato.

– Hotéis, albergues, pensões, motéis: acesso limitado a 60% de sua capacidade.

Eventos

– Congressos, Palestras, Seminários e afins: 25% de ocupação do espaço.

– Casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados, festas infantis e afins: autorizada a realização de eventos sociais, respeitando a capacidade de ocupação de 30% do espaço.

– Casas noturnas, boates, pubs e casas de shows: proibido funcionamento

Comércios alimentícios

– Bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, cafeterias, confeitarias, padarias, casas de chá, tabacarias, adegas, foodpark e demais atividades correlatas: atendimento liberado.

– Supermercados, mercados, mercearias, açougues, peixarias, feiras livre: abertos normalmente.

Saúde

– Academias em geral: liberada 50% da capacidade operativa do estabelecimento. Fica proibida a presença de pessoas com síndrome gripal ou com febre. Usuários dos grupos de risco (incluindo os idosos) podem frequentar, se tiverem liberação médica.

– Clubes de futebol profissional e futebol recreativo: liberados.

– Igrejas, Templos Religiosos ou reunião presencial de cunho religioso: acesso limitado a 60% de sua capacidade.

Educação

– Bibliotecas: funcionamento proibido.

– Educação Básica e Profissional: aulas presencias suspensas.

-Ensino em nível superior e Ensino em nível de Pós-Graduação: aulas presenciais autorizadas com 30% da ocupação do local.

– Cursos Livres (educação não formal de duração variável): aulas presenciais permitas.

Transporte

– Transporte de passageiros por Táxi ou aplicativo: atendimento normal.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.